Gaio

Garrulus glandarius

O gaio  é um corvídeo amplamente distribuído no Paleártico. Em Portugal, onde é essencialmente residente, ocorre em todo o continente com uma distribuição quase uniforme, frequentando zonas arborizadas diversas, como carvalhais, montados, pinhais e parques e jardins urbanos.

A sua alimentação é diversificada e composta por invertebrados, sementes e frutos.

O nome científico do gaio – Garrulus glandarius – alude a dois traços importantes da espécie: garrulus é um termo latino que significa “tagarela” ou “ruidoso”, sublinhando a sua estridente vocalização, aliás reconhecida como o “alarme dos bosques”; glandarius refere a capacidade para colher bolotas (glandis).

Texto: João E. Rabaça