II Bienal de Arte dos Açores e do Atlântico. A Paisagem Revisitada

Bienal de Arte dos Açores e do Atlântico

Segunda edição da Bienal de Arte dos Açores e do Atlântico, sob o tema «Paisagem Revisitada», na qual foram expostos trabalhos de pintura e escultura de cerca de 31 artistas portugueses, entre os quais Graça Morais (1948), Vieira da Silva (1908-1992), Nikias Skapinakis (1931) e Nadir Afonso (1920-2013). O tema da paisagem agregava diferentes facetas e modos de abordagem.
Second edition of the Biennial of Azorean and Atlantic Art, on the theme Landscape Revisited, featuring paintings and sculptures from 31 Portuguese artists, including Graça Morais, Vieira da Silva, Nikias Skapinakis and Nadir Afonso. The landscape theme encompassed a variety of artistic approaches.

A II Bienal de Arte dos Açores e do Atlântico foi realizada entre novembro e dezembro de 1987, na Biblioteca Pública de Angra do Heroísmo, nos Açores. A mostra foi organizada pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Sociedade Nacional de Belas-Artes, em colaboração com a Secretaria Regional da Educação e Cultura dos Açores. A segunda edição da Bienal mostrou trabalhos de 31 artistas portugueses, sob o tema da paisagem, numa exposição comissariada por Cristina Azevedo Tavares, onde se reuniram trabalhos de pintura e escultura de diversos artistas portugueses, como Graça Morais (1948), Vieira da Silva (1908-1992), Nikias Skapinakis (1931-2020) ou Nadir Afonso (1920-2013).

Tal como referem José Sommer Ribeiro e Fernando de Azevedo na nota de introdução ao catálogo, a paisagem, que passou «de elemento acessório da figura à independência de género […], tem acompanhado a história da pintura e contribuído em muito para a sua evolução». A paisagem constitui um assunto onde são refletidas diversas atitudes e modos de tratamento, podendo ser interpretada «desde o ar-livrismo modernista ao lirismo abstrato, ao expressionismo e outras correntes de mais recente presença» (II Bienal de Arte dos Açores e do Atlântico. A Paisagem Revisitada, 1987).

Também Cristina Azevedo Tavares, no texto que assina para o catálogo, refere as muitas possibilidades de tratar a paisagem enquanto tema, e identifica esta exposição como uma forma de permitir ao público «tomar contacto com vários modos, várias intenções do fazer e do olhar. É este o seu significado essencial e o pretexto da sua realização» (II Bienal de Arte dos Açores e do Atlântico. A Paisagem Revisitada, 1987).

No âmbito da Bienal, foi realizada uma exposição de homenagem a António Dacosta (1914-1990), artista português natural de Angra do Heroísmo.

Carolina Gouveia Matias, 2017


Ficha Técnica


Artistas / Participantes


Coleção Gulbenkian

s/título

Abel Manta (1888-1982)

s/título, Inv. 83P1369

Atlantide

Maria Helena Vieira da Silva (1908-1992)

Atlantide, 1973 / Inv. GE383

Perspectiva II

Nadir Afonso (1920-2013)

Perspectiva II, 1965 / Inv. 70P496


Publicações


Material Gráfico


Imprensa


Fontes Arquivísticas

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Exposições e Museografia), Lisboa / SEM-S007-P0289-D00934

58 provas, p.b., cor: aspetos (Angra do Heroísmo, Açores) 1987


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.