Azares da Expressão ou a Teatralidade na Pintura Portuguesa. Algumas Obras do CAM

Ciclo «Azares da Expressão»

Exposição que apresentou um outro olhar sobre a pintura moderna portuguesa, abordando-a sob o ponto de vista da teatralidade e da expressão, proporcionando uma experiência em que o jogo e o acaso cumpriam um papel preponderante. Foi integrada no ciclo multidisciplinar «Azares da Expressão», a par da mostra «Expressionismo. Ingenuismo».
Exhibition forming part of the multimedia series Chance Expressions held simultaneously with Expressionism. Naïvitéism, providing a novel take on Portuguese modern art from the perspective of the theatricality of the art, where chance plays a dominant role.

Exposição integrada no ciclo multidisciplinar «Azares da Expressão», a par da mostra «Expressionismo/Ingenuismo» (1986). Este ciclo, que visava «seguir o percurso da expressão, no século XX, com ou sem expressionismo, como escola» (Informação à Imprensa, 26 out. 1987, Arquivos Gulbenkian, SBA 15517), constituía a primeira «Iniciativa Global Anual» do Serviço de Belas-Artes, para a qual contribuíam todos os seus setores (Despacho de Pedro Tamen, 22 set. 1986, Arquivos Gulbenkian, SBA 19522). Iniciado em abril de 1987 com o curso «O Expressionismo no Teatro», ministrado por Ricard Salvat, este ciclo terminaria em janeiro de 1988 com a exposição «Expressionismo/Ingenuismo».

Pensada para ocorrer em paralelo com a mostra «Expressionismo/Ingenuismo», esta exposição ocupava grande parte da Galeria de Exposições Temporárias da Sede da FCG (piso 0) e centrava-se na arte portuguesa do século XX, reunindo 41 obras pictóricas da coleção do Centro de Arte Moderna, às quais se juntara uma outra, aí em depósito, pertencente à coleção do arquiteto João Teixeira.

Construída como «exposição-ensaio de interpretação e leitura de um certo número de obras de arte moderna portuguesa, evidenciando diversos modos de expressão, sobretudo na relacionação da pintura com o sentido da teatralidade», nesta exposição o jogo e o acaso cumpriam um papel preponderante (Comunicado de imprensa, 1987, Arquivos Gulbenkian, SBA 15517). Para tal, contribuía fortemente o seu projeto museográfico, que tirava partido do desenho do espaço, da iluminação e da cor. O espaço das galerias era seccionado por painéis verticais, posicionados paralelamente e perpendicularmente entre si, formando uma espécie de labirinto. A luz de fraca intensidade e a cor escolhida para as paredes (um bordeaux-acastanhado), em conjugação com as tonalidades dos elementos da sala (teto e chão), criavam uma ambiência que lembrava os bastidores do teatro. Nesses painéis eram expostas as pinturas, individualmente, com luz direcionada, respeitando a intenção dos comissários: «Cada pintura é para ser vista, encontrada, como um (a)caso único, não está demonstrando nada por ser vizinha de outra imediatamente próxima. Por assim dizer, não haverá sequência, mas tão-só presenças, cada uma delas gerindo, por si mesma, o seu próprio teatro autónomo ou assim considerado, na circunstância, pelos organizadores da exposição.» (Azares da Expressão ou a Teatralidade na Pintura Portuguesa. Algumas Obras do CAM, 1987)

Junto a cada pintura foi introduzido um texto. As extremidades dos painéis verticais, em acrílico, serviram de suporte para o elemento textual que acompanhava cada obra. Estas citações de textos poéticos e literários, ensaios e obras historiográficas, selecionadas por Fernando de Azevedo, Maria do Carmo Marques da Silva e Maria da Luz Perdigão, não foram pensadas para funcionar como auxiliares de orientação, mas como outra imagem que podia apoiar ou contradizer a primeira, desorientando o observador, levando à reflexão. Este diálogo entre imagem e texto foi transportado para o catálogo através da introdução das frases em folhas de papel vegetal que antecedem a obra reproduzida.

Tendo como mote a teatralidade na pintura portuguesa, as obras escolhidas percorriam o século XX, desde 1915, com a aguarela Oceano vermelhão azul cabeça AZUL (continuidades simbólicas) Rouge bleu vert (Inv. 77DP358), de Amadeo de Souza-Cardoso, até 1986, com S/ Título (Inv. 86P779), de Pedro Calapez, e Muralha da China (Inv. 86P435), de Filipe Rocha da Silva. Apesar de não haver, por parte dos comissários, a pretensão de apresentar um olhar exaustivo sobre esta temática, sendo cada artista representado apenas por uma obra, salta à vista a grande diversidade de linguagens e propostas artísticas, as quais iam, usando as palavras de Fernando de Azevedo, «do rosto ao gesto, da atitude à alma. Um repertório vasto […] do palco plano, palco irmão do palco, cena aberta aprendida na outra, duplo do duplo, figuras e sombras» (Azares da Expressão ou a Teatralidade na Pintura Portuguesa. Algumas Obras do CAM, 1987).

Mariana Roquette Teixeira, 2017


Ficha Técnica


Artistas / Participantes


Coleção Gulbenkian

Passeio - 4

Álvaro Lapa (1939-2006)

Passeio - 4, 1984 / Inv. 85P418

Oceano vermelhão azul cabeça  AZUL  (continuidades simbólicas) Rouge bleu vert

Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918)

Oceano vermelhão azul cabeça AZUL (continuidades simbólicas) Rouge bleu vert, (c. 1915) / Inv. 77DP358

sem título

António Areal (1934-1978)

sem título, 1966 / Inv. 79P568

Fernando Pessoa - Heterónimo

António Costa Pinheiro (1932- 2015)

Fernando Pessoa - Heterónimo, 1978 / Inv. 83P463

Cena aberta

António Dacosta (1914-1990)

Cena aberta, c.1939 / Inv. 80P123

Rapto na paisagem povoada

António Pedro (1909-1966)

Rapto na paisagem povoada, 1947 / Inv. 80P113

O Regresso

Artur Cruzeiro Seixas (1920-2020)

O Regresso, 1958 / Inv. 83P850

A carta

Augusto Gomes (1910-1976)

A carta, c.1953 / Inv. 83P108

Natureza Morta com Interventor

Carlos Calvet (1928-2014)

Natureza Morta com Interventor, 1976 / Inv. 76P428

No chão que nem uma seta

Eduardo Batarda (1943- )

No chão que nem uma seta, 1975 / Inv. DP1340

Escada Mística

Eduardo Nery (1938-2013)

Escada Mística, 1972 / Inv. 83P532

As Tentações de Santo Antão

Emília Nadal (1938-)

As Tentações de Santo Antão, 1974 / Inv. P1378

Estou Vivo e Escrevo Sol

Eurico Gonçalves (1932-2022 )

Estou Vivo e Escrevo Sol, 1971 / Inv. 83P540

Muralha da China

Filipe Rocha da Silva (1954 -)

Muralha da China, 1986 / Inv. 86P435

Mapas e o Espírito da Oliveira

Graça Morais (1948- )

Mapas e o Espírito da Oliveira, 1984 / Inv. 85P1193

Corte Secreto

Helena Almeida (1934-2018)

Corte Secreto, 1981 / Inv. 85FP380

O Uivo do Homem

Henrique Ruivo (1935-)

O Uivo do Homem, 1985 / Inv. 87P1111

S/ Título

Jaime Silva (1947-)

S/ Título, 1985 / Inv. P1485

Quem Pinta, Pinta-se

João Dixo (1941-2012)

Quem Pinta, Pinta-se, 1978 / Inv. 79P631

Paisagem

João Navarro Hogan (1914-1988)

Paisagem, Inv. 80P226

António

João Vieira (1934-2009)

António, 1963 / Inv. 80P1018

Bispo (azul)

Jorge Pinheiro (1931)

Bispo (azul), 1981 / Inv. 83P585

Duplo retrato

José de Almada Negreiros (1893-1970)

Duplo retrato, 1934/1936 / Inv. 62P260

Passeio de Rubens e Helène Fourment

José de Guimarães (1939-)

Passeio de Rubens e Helène Fourment, 1978 / Inv. 80P590

Casario e Figuras de um Sonho

José Dominguez Alvarez (1906-1942)

Casario e Figuras de um Sonho, c. 1932-34 / Inv. 68P299

Auto-Retrato

José Escada (1934-1980)

Auto-Retrato, 1972 / Inv. 82P629

Nocturno

Júlio dos Reis Pereira (1902-1983)

Nocturno, 1929 / Inv. 83P371

Lusitânia no Bairro Latino (Retratos de Mário de Sá Carneiro, Santa-Rita Pintor e Amadeo de Souza Cardoso)

Júlio Pomar (1926-2018)

Lusitânia no Bairro Latino (Retratos de Mário de Sá Carneiro, Santa-Rita Pintor e Amadeo de Souza Cardoso), 1985 / Inv. 88P584

Pintura

Luís Noronha da Costa (1942-2020)

Pintura, 1979 / Inv. 81P623

Sub-gente

Manuel Filipe (1908-2002)

Sub-gente, 1944 / Inv. DP1428 1/2/3

Simumis

Marcelino Vespeira (1925-2002)

Simumis, 1949 / Inv. 82P478

Novas Figurações - 6 Personagens

Maria Gabriel (1937-)

Novas Figurações - 6 Personagens, 1982 / Inv. 83P1023

História Trágico-Marítima ou Naufrage

Maria Helena Vieira da Silva (1908-1992)

História Trágico-Marítima ou Naufrage, 1944 / Inv. 78PE97

A morte de Desdémona

Mário Botas (1952-1983)

A morte de Desdémona, 1973 / Inv. 75P142

Les Vacances à la Montagne (Férias na Quinta do Monte)

Martha Telles (1930-2001)

Les Vacances à la Montagne (Férias na Quinta do Monte), 1979-80 / Inv. 83P1105

Encontro de Natália Correia com Fernanda Botelho e Maria João Pires

Nikias Skapinakis (1931-2020)

Encontro de Natália Correia com Fernanda Botelho e Maria João Pires, 1974 / Inv. 81P934

Manifesto (For a Lost Cause)

Paula Rego (1935-2022)

Manifesto (For a Lost Cause), 1965 / Inv. 66P280

S/Título

Pedro Calapez (1953-)

S/Título, 1986 / Inv. 86P779

Duas janelas

René Bertholo (1935-2005)

Duas janelas, 1964 / Inv. 65P267

Au Centre de l'image (a propósito de Pontormo)

Ricardo da Cruz-Filipe (1934-)

Au Centre de l'image (a propósito de Pontormo), Maio 2000 / Inv. 03P711

S/Título

Teresa Magalhães (1944-)

S/Título, 1985 / Inv. 86P819


Eventos Paralelos

Colóquio

Expressionismo/Expressionismos

2 dez 1987 – 4 dez 1987
Fundação Calouste Gulbenkian / Museu Calouste Gulbenkian – Sala de Conferências
Lisboa, Portugal
Teatro

Les Trompettes de la Mort

29 out 1987 – 1 nov 1987
Teatro Nacional D. Maria II (TNDM II)
Lisboa, Portugal
3 nov 1987
Teatro de Gil Vicente (TAGV)
Coimbra, Portugal
Teatro

À Procura do Presente

19 nov 1987 – 29 nov 1987
Instituto de Formação, Investigação e Criação Teatral
Lisboa, Portugal
Bailado / Dança

Os Treze Gestos de um Corpo

4 dez 1987 – 6 dez 1987
Fundação Calouste Gulbenkian / Edifício Sede – Grande Auditório
Lisboa, Portugal
Ciclo de cinema

Actor/Actor

7 dez 1987 – 20 dez 1987
Fundação Calouste Gulbenkian / Edifício Sede – Grande Auditório
Lisboa, Portugal
Curso

O Expressionismo no Teatro

22 set 1987 – 24 set 1987
Fundação Calouste Gulbenkian / Edifício Sede – Auditório 2
Lisboa, Portugal
Bailado / Dança

Danças dos Espíritos

4 dez 1987 – 6 dez 1987
Fundação Calouste Gulbenkian / Edifício Sede – Grande Auditório
Lisboa, Portugal

Publicações


Material Gráfico


Fotografias


Documentação


Imprensa


Fontes Arquivísticas

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Belas-Artes), Lisboa / SBA 15517

Pasta com o projeto e programas das manifestações do ciclo «Azares da Expressão», despacho sobre a implementação da «Iniciativa Global Anual», e nota de imprensa sobre a exposição. 1986 – 1988

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Belas-Artes), Lisboa / SBA 25527

Pasta com convite da exposição. 1987 – 1987

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Belas-Artes), Lisboa / SBA 25151

Pasta com cartaz do ciclo onde está referenciada a exposição. 1987 – 1987

Biblioteca de Arte Gulbenkian, Lisboa / Dossiê BA/FCG

Coleção de dossiês com recortes de imprensa de eventos realizados nas décadas de 80 e 90 do século XX, organizados de forma temática e cronológica. 1984 – 1997

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Exposições e Museografia), Lisboa / SEM-S007-P0287-D00930

18 provas, cor: aspetos (FCG, Lisboa) 1987

Arquivos Gulbenkian (Serviço de Exposições e Museografia), Lisboa / SEM-S007-P0287-D00931

18 provas, p.b.: aspetos (FCG, Lisboa) 1987


Exposições Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.