23 fevereiro 2019

Gulbenkian Itinerante

Ao longo do ano, o Coro e Orquestra Gulbenkian apresentam-se fora da sua Sede em Lisboa com concertos pelo país, numa iniciativa que pretende alargar a programação artística da Fundação a todos os públicos e estabelecer uma colaboração regular com os diferentes agentes culturais nacionais.

António Costa Pinheiro «Os óculos do Poeta Álvaro de Campos», 1980Calouste Gulbenkian Museum - Modern Colection

No início do verão, sob a direção do seu maestro titular, Lorenzo Viotti, a Orquestra Gulbenkian realiza um concerto na Casa da Música (19 de junho) e o outro no magnífico cenário do Convento de São Francisco, em Coimbra (20 junho). O programa de ambos os concertos inclui o Concerto para Violino e Orquestra n.º 2 de Sergei Prokofiev, tocado por Leticia Moreno, e a 5ª Sinfonia de Tchaikovsky.

A 21 de junho, o Coro atua em Tenerife, no Auditório Adán Martin, para interpretar Um Requiem Alemão de Johannes Brahms, uma obra que tem feito parte do reportório recente da formação. O Coro acompanha a Orquestra Sinfónica local, dirigida por Antonio Méndez.

Por fim, em setembro, o maestro José Eduardo Gomes volta a assumir a direção da Orquestra Gulbenkian para uma digressão aos Açores com concertos em Ponta Delgada e na Ilha Terceira.