Berlioz: La Damnation de Faust
Berlioz: La Damnation de Faust

Berlioz: La Damnation de Faust

Coro Gulbenkian

A convite do maestro John Nelson, a 26 de abril de 2019 o Coro Gulbenkian viajou até Estrasburgo para gravar A Danação de Fausto, de Hector Berlioz, com a Orquestra Filarmónica de Estasburgo, Joyce DiDonato, Michael Spyres, Nicolas Courjal e Alexandre Duhamel.

Dois anos depois da premiada gravação de Les Troyens de Berlioz, o mesmo elenco reencontrou-se no Auditorium Erasme (Palais des Congrés de Strasbourg), desta vez acompanhado pelo Coro Gulbenkian e pelo coro infantil Les Petites Chanteurs de Strasbourg.

Descrita por John Nelson como “a mais dramática obra que Berlioz alguma vez escreveu”, A Danação de Fausto é um épico híbrido entre a ópera e a oratória, baseada na obra de Goethe e estreada em 1846. Berlioz apelidou-a de “uma lenda dramática”, reconhecendo que a sua grande virtude consiste em despertar a imaginação do público: “a música tem asas longas, mas as paredes de um auditório não permitem que  se abram na sua total extensão”.

 

 

Intérpretes:
  • Alexandre Duhamel
  • Coro Gulbenkian
  • John Nelson
  • Joyce Didonato
  • Les Petits Chanteurs de Strasbourg
  • Michael Spyres
  • Nicolas Courjal
  • Orchestre philharmonique de Strasbourg (Maestro)

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.