Stefania Toczyska
Stefania Toczyska © DR

Stefania Toczyska

Meio-Soprano

Natural de Gdansk, na Polónia, Stefania Toczyska estudou com Barbara Iglikovska no Conservatório da sua cidade natal, tendo sido laureada em Toulouse (1972) e na Holanda (1973). Na temporada 1973-74, estreou-se numa produção de Carmen de Bizet, na Ópera de Gdansk. Nesta instituição, viria rapidamente a ascender ao lugar de primeiro meio-soprano, tendo participado nas récitas de Il trovatore, La favorita e Sansão e Dalila, entre muitas outras. Estreou-se nos palcos ocidentais em 1977-78, no quadro de uma nova produção de Aida para a Ópera de Basileia e para a Ópera Estadual de Viena, passando a ser uma convidada regular desde então. Em setembro de 1979, estreou-se nos Estados Unidos da América, onde participou em récitas de La Gioconda (Laura), Aida (1981, com Luciano Pavarotti e Margaret Price) e Don Carlos (1985).

Depois de 1980, ano em que gravou Il trovatore, com Katia Riciarelli e José Carreras, Stefania Toczyska apresentou-se em muitos dos mais importantes palcos internacionais, incluindo: Royal Opera House – Covent Garden, Met Opera de Nova Iorque, Ópera Estadual de Berlim, Teatro Colón de Buenos Aires, Gran Teatre del Liceu de Barcelona, Capitólio de Toulouse, Ópera de Monte-Carlo, Teatro Real de Madrid, Ópera de Paris, Deutsche Oper Berlin, Teatro alla Scala de Milão, Ópera de Estrasburgo, Les Chorégies d’Orange, Festival de Salzburgo, e ainda em Chicago, São Francisco e Montreal.