Roman Burdenko

Barítono

O barítono russo Roman Burdenko estudou no Conservatório Glinka de Novosibirsk, com Vladimir Prudnik, e no Conservatório Rimsky-Korsakov de São Petersburgo, onde obteve o seu diploma em 2008 na classe de Vladimir Vaneyev. Em 2009 frequentou o programa Young Opera Singers na Academia Nacional de Santa Cecília, em Roma. Foi premiado em várias concursos internacionais de canto, tendo vencido o II Galina Vishnevskaya Opera Singers Competition (2008), o VII International Elena Obraztsova Competition (2009), o Grand-prix do Monte Carlo Voice Masters (Mónaco, 2011) e a Competizione dell’Opera (Moscovo, 2011). Como solista, integrou as companhias de ópera do Teatro Mikhailovsky de São Petersburgo, do Teatro de Ópera e Ballet de Novosibirsk e, desde 20017, é solista do Teatro Mariinsky de São Petersburgo, palco onde se estreou em 2013 como Belcore, em L’elisir d’amore.

O repertório de ópera de Roman Burdenko é vasto. Entre os destaques das suas atuações recentes incluem-se: Andrei Chtchelkalov (Boris Godunov) e o papel principal em Nabbuco, no Grand Théâtre de Genève; Gérard (Andrea Chénier), na Deutsche Oper Berlin; Rodrigo (Don Carlo), no Teatro Bolshoi de Moscovo;  Enrico Ashton (Lucia di Lammermoor), na Ópera de Zurique; Alfio (Cavalleria rusticana) e Tonio (I pagliacci), na Ópera Nacional Holandesa; Alberich (O ouro do Reno), Amorasro (Aida), Rangoni (Boris Godunov), Escamillo (Carmen), Tonio (I pagliacci), Tomsky (A Dama de Espadas) e Albiani (Simon Boccanegra), no Teatro Mariinsky de São Petersburgo. Como cantor convidado atuou ainda no Teatro Municipal de Santiago de Chile, na Komische Oper Berlin, na Ópera de Palm Beach, na Ópera Nacional do Reno (Estrasburgo), na Ópera de Las Palmas, na Ópera da Baviera, na Ópera Real Dinamarquesa (Copenhaga), no Festival de Glyndebourne, ou no Festival Gergiev de Roterdão (Ivan o Terrível, de Prokofiev), entre muito outros palcos.

Pela sua interpretação de Igor Svyatoslavich, Roman Burdenko foi nomeado para o prémio russo de teatro Máscara de Ouro, na categoria de “Melhor Representação de um Personagem Masculino de Ópera” (Teatro Novosibirsk de Ópera e Ballet, 2010).