Peter Moore

Trombone

Em 2008, aos doze anos de idade, Peter Moore tornou-se no mais jovem vencedor do concurso BBC Young Musician. Aos dezoito anos foi escolhido para o lugar de primeiro trombonista auxiliar da Orquestra Sinfónica de Londres e, em 2015, integrou o programa BBC Radio 3 New Generation Artists. Os destaques do seu percurso ao longo dos últimos anos incluem a estreia nos Estados Unidos da América, no Festival Spoleto, em Charleston, na Carolina do Norte. Atuou também no Festival Internacional de Trombone do Iowa, realizou digressões a solo na China e na Colômbia e interpretou a obra Fantasma Cantos II, de T. Takemitsu, com a  Orquestra Nacional da BBC do País de Gales.

Em 2018 foi lançado o seu primeiro álbum a solo, onde é acompanhado pelo pianista James Baillieu.  Na presente temporada, estreou no Reino Unido (Barbican Hall) o Concerto para Trombone de James MacMillan, com a Sinfónica de Londres.

Como solista, Peter Moore apresentou-se com a Sinfónica da BBC, a Filarmónica da BBC, A Orquestra do Ulster, a Filarmónica da Tailândia, a Banda Municipal de Barcelona e a Sinfónica de Lucerna, entre muitas outras orquestras.  Tocou, em recital, no Wigmore Hall (com Alison Balsom), no Barbican Centre, no festival Hay-on-Wye (País de Gales), nos BBC Proms, em Melbourne (Austrália) e no Kumho Art Hall Yonsei (Seul). Peter Moore foi selecionado pelo Young Classical Artists Trust em 2014.  É um Artista Internacional Yamaha.