Lucia Napoli © DR

Lucia Napoli

Meio Soprano

Lucia Napoli é diplomada em violino e canto pelo Conservatório Francesco Morlacchi de Perugia e pelo Conservatório Giovanni Battista Pergolesi de Fermo. Venceu vários concursos internacionais de canto e é atualmente uma destacada intérprete do repertório do Barroco musical. Apresenta-se com regularidade nos mais importantes palcos e festivais da Europa, da Ásia e das Américas, incluindo: Tokyo Opera City Concert Hall, Yokohama Opera City Concert Hall, Concertgebouw de Amesterdão, Philharmonie de Colónia, Musikfest Bremen, Teatro La Fenice de Veneza,  Konzerthaus de Viena (Festival Resonanzen), Festival Cervantino (Guanajuato, México), Festival AMUZ (Antuérpia),  Internationale Barocktage Stift Melk (Viena), MiTo Settembre Musica (Turim e Milão), Piccola Accademia MontisiFestival dei Due Mondi (Spoleto), Settimane Musicali al Teatro Olimpico (Vicenza), Ópera de Kiel, Festival de Ravenna, Maggio Musicale (Florença), Teatro della Pergola de Florença, Festival de Salzburgo, ou White Light Festival do Lincoln Center de Nova Ioque.

Lucia Napoli colaborou com importantes maestros como Riccardo Muti, Gustav Leonhardt, Ottavio Dantone, Sara Mingardo, Vera Beths, Sigiswald Kuijken, Giulio Prandi, Alessandro Quarta, Christopher Hogwood, Michael Radulescu, Sergio Balestracci, Francesco Cera, Fabio Bonizzoni, Massimo Mazzeo e Matteo Messori, entre outros. É solista de alguns dos mais famosos agrupamentos de música antiga italianos e europeus, incluindo La Petite Bande, Divino Sospiro, La Risonanza, Cappella Augustana, Ensemble Arte Musica, De Labyrintho, Concerto Romano, RossoPorpora Ensemble e La Stagione Armonica. A sua discografia inclui os álbuns: Das neugeborne Kindelein e Kantaten im Januar (Accent), Luther in Rome e Sacred music for the Poor (Christophorus), Se con stille frequenti (Arcana), Biagio Marini, Madrigali et Sinfonie op II (Tactus), Gesualdo, Tenebrae Responsoria e Sigismondo D’India. Musiche a una e due voci (Brilliant Classics).

Lucia Napoli interpreta com regularidade personagens de ópera como Penelope, La Speranza e Ottavia, nas óperas Il ritorno d’Ulisse in patria, L’Orfeo e L’incoronazione di Poppea de C. Monteverdi; Dido, em Dido e Eneias de H. Purcell; Junon, em Actéon de M. A. Charpentier; Apollo, em La divisione del Mondo de G. Legrenzi; Mariuccia, em I due timidi de N. Rota; ou Clarina, em La cambiale di matrimonio de G. Rossini.

Nos domínios da música de câmara e do recital a solo, Lucia Napoli colabora regularmente com o pianista Marco Scolastra e com artistas de primeiro plano internacional. Em 2016 fundou, com o pianista Sergio De Simone – Diretor do Departamento de Piano do Trinity Laban Conservatoire of Music and Dance, em Londres – e com o violetista Gianluca Saggini – colaborador de orquestras como I Solisti Aquilani e a Filarmónica de Berlim – o Trio Con-Corde, que atuou no aniversário da morte de Giancarlo Menotti.

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.