Grete Pedersen © Kristin Saastad

Grete Pedersen

Maestrina

A maestrina norueguesa Grete Pedersen é, desde 1990, Diretora Musical do Coro de Solistas Norueguês (Det Norske Solistkor). As suas gravações com este agrupamento foram distinguidas com o Choc da revista Le Monde de la Musique e o Prix d’Or de Diapason. A maestrina e o coro participaram também no projeto 150 psalms, nos Festivais de Música Antiga de Utrech, Nova Iorque e Bruxelas (2017/18)

Como maestrina convidada, colaborou com diferentes agrupamentos, em vários países, incluindo: Coro de Câmara Eric Ericson, Coro da Rádio Sueca, Coro da Rádio dos Países Baixos, Coro de Câmara dos Países Baixos, Ensemble Vocal e Coro Nacional Dinamarquês, Coro da Rádio de Berlim, Coro da Rádio MDR de Leipzig, Coro de Câmara da Irlanda, Pro Coro Canada, Tokyo Cantat, World Youth Choir, Freiburger Barockorchester, Sinfónica de Stavanger, Filarmónica Eslovena, RIAS Kammerchor, Coro da Rádio da Letónia, Odense Symphony and Chorus, Orquesta y Coro de la Comunidad de Madrid.

Grete Pedersen dirige também produções e encenações de uma grande variedade estilística. Os seus contrastantes programas de concerto são frequentemente destacados pelas suas misturas radicais. Para além das estreias de peças contemporâneas, os esforços da maestrina têm ultimamente sido dirigidos para as grandes produções para coro e orquestra.

O catálogo das BIS Records inclui várias gravações de Grete Pedersen, que incluem obras de Per Nørgård, Kaija Saariaho, Iannis Xenakis, Helmut Lachenmann, Alfred Janson, J. S. Bach, Knut Nystedt, Alban Berg, Olivier Messiaen, Fartein Valen, Anton Webern, Johannes Brahms, Franz Schubert, Edvard Grieg e música popular norueguesa. O álbum dedicado aos Motetes de J. S. Bach, com o Coro de Solistas Norueguês e o Ensemble Allegria recebeu um Diapason d’Or em 2018. O álbum The wind blows, com música de Alfred Janson, também com o Coro de Solistas Norueguês, foi selecionado para “Disco do Ano 2018” pela Gramophone.

Grete Pedersen concluiu uma pós-graduação em direção na Academia Norueguesa de Música, em Oslo. Estou também direção coral com Eric Ericson e direção de orquestra com Kenneth Kiesler. Atualmente, é professora de direção na Academia Norueguesa de Música, sendo também muito solicitada para orientar masterclasses. Em 1984 fundou o Coro de Câmara de Oslo, que dirigiu até 2004.

Em reconhecimento do seu mérito e das suas notáveis realizações no domínio das artes, Grete Pedersen foi condecorada, em novembro de 2019, com o título de Cavaleiro de Primeira Classe da Real Ordem Norueguesa de Santo Olavo.

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.