Zelle

Jamie Man

Slider de Eventos

Após a criação da sua primeira ópera, Play: Episodes in Subspace (2016), uma encomenda da Fundação Gulbenkian, a compositora londrina Jamie Man regressa ao Grande Auditório com mais uma criação em que coloca a música ao serviço da exploração do mistério poético da existência humana. Em Zelle, a sua nova ópera de câmara, tudo parte do interrogatório policial a uma mulher, mas o palco logo se torna um lugar povoado por constantes contradições, em que Man explora referências como a fotografia de Masao Yamamoto, o cinema de David Lynch e o teatro nô. Do diálogo entre estas diferentes referências levantar-se-á então uma inesperada nova paisagem.


Programa

Asko|Schönberg
Jamie Man Composição e Direção
Peter Stamm Texto
Ezra Veldhuis Luzes e Cenografia
Tomas Serrien Dramaturgia
Fredrik Tjaerandsen Adereços e Figurinos
Steve Katona Contratenor
Ryoki Aoki
Jackie Janssens Canto gutural

ZELLE, wenn es dunkel wird

Produção: LOD muziektheater

Coprodução: deSingel Antwerp, Theater-und Musikgesellschaft Zug, Palau de les Arts Reine Sofia Valencia, Asko|Schönberg, Fundação Calouste Gulbenkian, Festival d’Aix-en-Provence, DeMunt / La Monnaie.

Com o apoio ENOA e “Tax Shelter Measure” do governo federal Belga.


A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se o direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz para a difusão e preservação da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através de [email protected] .


Mecenas Principal Gulbenkian Música

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.