Stimmung de Stockhausen

Slider de Eventos

Data

Loading

Local

Panteão Nacional
Solistas do Coro Gulbenkian

Em resposta a uma encomenda para o Collegium Vocale da Rheinische Musikschule de Colónia, Stockhausen inspirar-se-ia na sua recente viagem ao México para dar forma à obra Stimmung (1968). Ao longo de um mês, o seu interesse e consequente exploração das ruínas maias e aztecas, assim como os rituais que ali tinham lugar, levaram-no a tentar imaginar-se parte daqueles povos, assistindo às suas cerimónias. De regresso, ao instalar-se com a família em Long Island, passaria para a música a sua relação com a arquitetura dos templos – subindo em ascensão ao céu e com faces indutoras de quietude ou de mudanças bruscas.

 

 

Solistas do Coro Gulbenkian
Verónica Silva Soprano
Rosa Caldeira Soprano
Joana Esteves Contralto
Frederico Projecto Tenor
João Afonso Tenor
Pedro Casanova Baixo
Pedro Amaral Direção Artística
Jorge Matta Assistência Musical
Fábio Cachão Assistência Musical

Karlheinz Stockhausen
Stimmung

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.