Ópera na Prisão: Traction

O Tempo (Somos Nós)

Slider de Eventos

Escolheram-se duas palavras: porta e viagem. E foi sobre elas que se foram tecendo e partilhando memórias. Construiu-se uma história e compôs-se uma ópera que nos conta do tempo. Do que somos todos. Ulisses e Penélope ajudaram muito, e até Mozart voltou ao pavilhão a que deu nome, no Estabelecimento Prisional de Leiria Jovens, para se juntar ao coro. Ouviremos vozes do Liceu de Barcelona e da Irish National Ópera, ouviremos amantes da música e da liberdade. 


Programa

Orquestra Gulbenkian
José Eduardo Gomes Maestro
Frederico Projecto Maestro ensaiador

Composição
Francisco Fontes
(Cenas 3 e 4)
Nuno da Rocha (Cenas 1 e 6)
Pedro Lima Soares (Cenas 2 e 5)

Carlos Antunes Encenação
Paulo Kellerman Libreto
Nuno Braz de Oliveira Figurinista
José Iglésias Luminotécnico
Fátima Sousa e Joana Cornelsen Cabelos e maquilhagem
Milene Pereira Assistência ao guarda-roupa

André Henriques Barítono (Ulisses)
Carla Simões Soprano (Penélope)
Inês Constantino Meio-Soprano (Mulher)
Frederico Projecto Tenor (Homem)
Jovens do EP Leiria-Jovens (Companheiros de Ulisses / Companheiros do Homem / Jovem W)
Coro do EP Leiria-Jovens e de Familiares

Pavilhão Mozart
Ana Raquel Azeiteiro Maestrina
Jovens do EP Leiria-Jovens Jovem X e Jovem Z
Ruben Santos Operador Co-Creation Stage

Paulo Lameiro Coordenação Geral do Projeto “Trial de Leiria Traction”
David Ramy Direção Artística
Sofia Neves Preparação Cénica
Bruno Homem e Mikel Zorrilla Operadores Co-Creation Stage
Raquel Gomes e Ana Filipa Cunha Coordenação de Familiares
Joana Gonçalves, Gabriele Carvalho, Leonor Capricho, Ana Figueiredo e Telma Pereira Produção / Comunicação e Imagem SAMP

O Tempo (Somos Nós) – Traction

 

Este projeto é uma coprodução da Fundação Calouste Gulbenkian e da Sociedade Artística Musical dos Pousos, financiada pelo programa de investigação e inovação Horizonte 2020 da União Europeia.


Informação Relacionada

Programa de sala (PDF 110 KB)

A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se o direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz para a difusão e preservação da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através de [email protected] .


Organização

Financiador

Parceiros

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.