Diálogos Improváveis no Panteão

Coro Gulbenkian

Slider de Eventos

Nos espaços e na acústica generosa do Panteão Nacional, o tema Diálogos Improváveis contrapõe, como tem sido hábito, estilos e linguagens musicais contrastantes: o século XVII é representado por uma das expressivas Lamentações do português Diogo Dias Melgás, o romantismo oitocentista por Mendelssohn e Rheinberger (a imponente Cantus Missae). Para além das Metamorphoses de Britten para oboé, interpretadas por Pedro Ribeiro, o Coro Gulbenkian cantará ainda uma canção do japonês Toru Takemitsu e uma das mais intimistas obras do estónio Arvo Pärt, The Deer’s Cry.


Programa

Coro Gulbenkian
Jorge Matta Direção
Pedro Ribeiro Oboé

Diogo Dias Melgás
1.ª Lamentação de Quinta-Feira Santa

Michael Praetorius
Es ist ein Ros‘ entsprungen

Alban Berg
Es ist ein Reis entsprungen

Felix Mendelssohn-Bartoldy
Sechs Stücke

Benjamin Britten
Metamorphoses after Ovid
(n.º 1 e n.º 3, oboé solo)

Josef Rheinberger
Missa

Benjamin Britten
Metamorphoses after Ovid
(n.º 5, oboé solo)

Toru Takemitsu
Sakura

Arvo Pärt
The Deer’s Cry


A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se o direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz para a difusão e preservação da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através de [email protected] .


Mecenas Principal Gulbenkian Música

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.