Casa dos Corte-Reais

N.º Inv.
ADD403
Data
1936
Materiais e técnicas
Grafite sobre papel
Medidas
15,8 x 22,1 cm
Proveniência
Col. Francisco Maduro Dias
Inscrições

«A. da COSTA
36»
[frente, canto superior direito]

Esta obra, foi realizada por Dacosta em 1936, no ano em que se fixou em Lisboa para estudar na Escola de Belas-Artes. O pintor ofereceu-a a Francisco Maduro Dias (1904-1986), poeta, pintor, escultor, desenhador, professor, cenógrafo e homem do teatro ligado a Angra do Heroísmo. Realizada certamente num regresso temporário durante as férias de Verão, no seu tempo de estudante, altura em que terá convivido bastante com Maduro Dias em Angra do Heroísmo, cidade que representa nesta obra.


Exposições


Bibliografia


Obras Relacionadas

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.