Retrospectiva da Pintura Não-Figurativa em Portugal

Promovida pela Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências de Lisboa, esta exposição retrospetiva da arte abstrata em Portugal, subsidiada pela Fundação Calouste Gulbenkian apresentou 60 obras datadas entre 1916 e 1958, da autoria de 22 artistas portugueses – Almada Negreiros, Artur Bual, António Dacosta, António Lino, Albertina Mântua, Carlos Botelho, Fernando de Azevedo, Fernando Lanhas, Fernando Lemos, Guilherme Casquilho, José Escada, José Júlio, Joaquim Rodrigo, Júlio Resende, Lourdes de Castro, Moniz Pereira, Nuno San-Payo, Nuno Sequeira, Paulo Guilherme, René Bértholo, Waldemar da Costa e Vespeira.

Paralelamente à exposição, decorreu a conferência do escritor Fernando Guedes intitulada «A Linguagem Intuitiva da Arte Abstrata». Esta exposição foi precedida de uma mostra de introdução à pintura abstrata, que incluiu uma conferência de José-Augusto França, seguida de um debate com os estudantes universitários, sobre os problemas da arte abstrata.


Obras Relacionadas


Bibliografia

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.