Curiosidades

Em 1884 Calouste Sarkis Gulbenkian é admitido no King’s College onde se forma em Engenharia e Ciências Aplicadas. À data desta carta em 1952, Gulbenkian partilha memórias da sua terra natal com o Professor S.J. Davies do King’s College, com quem troca correspondência enquanto vive em Lisboa.

 

Correspondência com o Professor S.J. Davies do King’s College


Calouste Sarkis Gulbenkian nasceu súbdito arménio do sultão otomano e adquiriu a nacionalidade britânica em 1902, mantendo-a até ao final da sua vida, assim como o passaporte.

 

Passaporte Britânico de Calouste Gulbenkian

Passaporte Britânico de Calouste Gulbenkian


Apaixonado pela arte, Calouste Gulbenkian começou a colecionar desde jovem.
Nesta lista de peças de arte, que lhe pertenciam, vemos nomes como Boucher, Corot, Degas, Van Dyck, Renoir, Monet, entre outros, autores de obras que hoje podem ser visitadas na Coleção do Fundador do Museu Calouste Gulbenkian. O valor das peças aparece indicado em escudos, a moeda portuguesa na época.

 

Lista das peças com valores em escudos

Lista das peças com valores em escudos


Calouste Gulbenkian correspondeu-se ao longo da vida com diversas personalidades. Nesta carta do tesoureiro da Rainha-mãe do Reino Unido é transmitida a preocupação pelo estado de saúde de Gulbenkian.
A carta manifesta ainda o apreço pela sua grande coleção de arte e pelo empréstimo de algumas das suas obras-primas à National Gallery, em Londres.

 

Carta do tesoureiro da Rainha-mãe do Reino Unido

Correspondência com o tesoureiro da Rainha-mãe do Reino Unido


Apaixonado por animais e grande admirador da natureza desde tenra idade, Calouste Gulbenkian fica tão encantado com a visita que faz ao Jardim Zoológico de Lisboa, acompanhado pelo Presidente da instituição, que lhe escreve uma carta de agradecimento e junta um cheque para o tratamento dos animais.

 

Correspondência com o Presidente do Jardim Zoológico de Lisboa

Correspondência com o Presidente do Jardim Zoológico de Lisboa