A Educação do Delfim. Cartas de Calouste Gulbenkian ao Neto

Lançamento do livro

Slider de Eventos

Os Arquivos Gulbenkian guardam uma extensa série de correspondência pessoal trocada entre Calouste Gulbenkian e o neto, Mikaël Essayan, durante a II Guerra. A família encontrava-se então dispersa: Calouste em Lisboa, Mikaël em Inglaterra (a estudar em Harrow) e os pais retidos em Paris. Durante este período, Calouste assume, como desígnio pessoal, as rédeas da educação do neto, que considera o seu delfim.

Estas cartas acabam por revelar o lado mais pessoal de Calouste Gulbenkian, os seus pensamentos, valores e princípios, e constituem uma das raras fontes que nos permitem vislumbrar a sua personalidade e a sua mentalidade. Uma seleção destas cartas (a maior parte das quais escrita em francês) será publicada num pequeno volume.

A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se no direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz durante a apresentação do livro “A Educação do Delfim. Cartas de Calouste Gulbenkian ao Neto”, para a difusão e preservação coletiva da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através de [email protected].