Ensaios e Artigos (1951-2007). Vol. I

Agustina Bessa-Luís

Primeiro de três volumes que reúnem 56 anos de colaboração de Agustina Bessa-Luís com a imprensa sob a forma de textos publicados em diversos órgãos de comunicação social, laboriosamente recuperados por Lourença Baldaque que aqui faz prova de um profissionalismo e uma dedicação a todos os títulos notável. A obra é acompanhada de um completíssimo Índice de Títulos e um não menos completo Índice de Publicações.

Este primeiro volume agrupa os primeiros 28 anos – de 1951 a 1979 – e é particularmente interessante, uma vez que transpõe a fronteira da revolução de abril de 1974, em “modo agustiniano”: não se furtando à agitação de um quotidiano em efervescência, mas distanciando-se da temática política que sempre consistiu para a autora em motivo de inquietação e desconforto.

Os primeiros textos, de 1951 e 1952, são Folhetins semanais, irregulares, no Diário do Norte; entre 1953 e 1959 apenas foram coligidas colaborações esparsas, nomeadamente na revista Lusíada, um conto (ainda como Maria Agustina Bessa-Luís) no Diário de Notícias, outra colaboração no Comércio do Porto, e uma outra que marca o regresso ao Diário do Norte; em 1959 apenas é recolhido um texto para um encontro de escritores e que, não tendo a ver diretamente com a imprensa, se intitula “Da Comunicação”; em 1960, destaca-se um primeiro texto cuja mordacidade ilustraria doravante os temas escolhidos e publicados na comunicação social, estilo replicado no ano seguinte, de novo no Diário de Notícias; em 1962 e 1963 a colaboração continua a ser avulsa e pontual, com dois textos para a Távola Redonda, outros dois para o Diário de Notícias e, pela primeira vez, para O Tempo e o Modo, colaboração que se prolonga pelo ano seguinte, paralelamente a uma primeira publicação na revista Panorama.

É em 1965 que Agustina se torna colaboradora regular do suplemento Quinta-feira à tarde do Diário Popular e, a partir do ano seguinte uma notável colunista nas revistas já citadas ou em outras como a Colóquio/Letras e em semanários como O Expresso, privilegiando sobretudo – nestes anos – o Diário Popular e o Diário de Notícias.

 

O preço corresponde aos três volumes da obra, que são vendidos em conjunto.

Ficha técnica

Outras Responsabilidades:

Recolha e Organização: Lourença Baldaque

Prefácio: José António Saraiva

Edição:
2.ª
Idioma:
Português
Editado:
Lisboa, 2017
Entidade
Fundação Calouste Gulbenkian
Dimensões:
165 x 231 mm
Capa:
Encadernado
Páginas:
904
ISBN:
978-972-31-1589-5

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.