Colóquio/Letras 123/124

jan – jul 1992

Cento e cinquenta anos com Antero

Cento e Cinquenta Anos com Antero foi o título escolhido para o volume simultaneamente comemorativo do nascimento e morte do escritor (1842-1891). A plurifacetada complexidade do homem e da obra é analisada em quatro grandes «capítulos»: Maria Helena da Rocha Pereira, Maria Manuela Gouveia Delille, António Ribeiro dos Santos e Pedro Luzes traçam como que a «pré-história» do escritor e da figura humana, debruçando-se, respetivamente, sobre a sua cultura clássica, o ambiente literário em Coimbra entre 1858 e 1865, a pedagogia social de Castilho e a sua adoção por Antero e a influência da relação mãe-filho na doença do autor dos Sonetos Completos; de aspetos sociopolíticos e político-poéticos ocupam-se Fernando Piteira Santos, Carlos Reis, Maria Aliete Galhoz, Carlos Felipe Moisés e José Martins Garcia; por sua vez, Maria Graciete Besse, Mário Garcia e Dulce M. Viana Mindlin centram-se predominantemente na poesia anteriana, enquanto Nuno Júdice e Joaquim-Francisco Coelho desenvolvem comentários em torno dos retratos do escritor, iluminando com eles a sua obra e drama existencial; a relação do pensador com a filosofia e respetiva história é tematizada nos textos de Eduardo Lourenço, Joel Serrão e Óscar Lopes.

Mas, não podendo ficar silenciada a enorme repercussão do conjunto da obra anteriana na literatura e pensamento político, social, filosófico e religioso português e brasileiro que com ela constantemente dialogaram até aos nosso dias, dedica-se uma centena de páginas ao assunto, assim se constituindo o que talvez seja o contributo mais original da revista para as comemorações levadas a cabo no nosso país e no Brasil. Dão a sua colaboração: Ferreira de Brito, Alberto da Costa e Silva, Edson Nery da Fonseca, José Carlos Seabra Pereira, Paula Morão, Maria Madalena Gonçalves, Fernando Guimarães, Eugénio Lisboa e F. J. Vieira Pimentel. Isabel Pires de Lima analisa, sob nova ótica, a relação de Eça de Queirós com Antero, e Beatriz Berrini revela e comenta dois importantes documentos: o excerto em falta da única carta até agora conhecida do autor dos Sonetos Completos para o autor d’Os Maias e uma carta inédita de Antero para Eça de Queirós.

Ilustrado com a reprodução de pinturas de Rosa Carvalho, este número inclui ainda poesia assinada por António Ramos Rosa, Carlos M. Couto S. C., Francisco Maciel Silveira, Nuno Júdice, Luís Filipe Castro Mendes e Avelino de Sousa.

 

Sumário

Ficha técnica

Outras Responsabilidades:

David Mourão-Ferreira (dir.)

Idioma:
Português
Editado:
Lisboa, 1992
Entidade
Fundação Calouste Gulbenkian
Dimensões:
170 x 245 mm
Páginas:
420

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.