Colóquio/Letras 110/111

jul – out 1989

Raízes Soltas

Ao número duplo 110/111 foi dado o título “Raízes Soltas”, através do qual se procurou sugerir a capacidade linguística e literária do movimento e fixação noutras culturas que não a de origem: por isso nele se incluíram textos ensaísticos sobre o padre António Vieira, Teresa Margarida da Silva e Orta, Wenceslau de Moraes e sobre as literaturas africanas de expressão portuguesa; bem assim como poemas de autores nascidos em Moçambique, um conjunto poético sobre Timor-Leste, um texto criativo sobre a problemática da colonização e duas importantes cartas de Eugénio Lisboa e Rui Knoppfli a propósito do retorno à terra de origem. De realçar ainda neste número a atenção prestada à obra pioneira de José Osório de Oliveira em relação à literatura cabo-verdiana e um conjunto de poemas inéditos de Armindo Rodrigues.

 

Sumário

Ficha técnica

Outras Responsabilidades:

David Mourão-Ferreira (dir.)

Idioma:
Português
Editado:
Lisboa, 1989
Entidade
Fundação Calouste Gulbenkian
Dimensões:
170 x 245 mm
Páginas:
178

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.