Lado P

 

Promotor: Teatro do Silêncio Associação
Áreas Artísticas: Teatro, Música, Audiovisual
Responsável área artística: Filipa Reis
Responsável área social: Ricardo Loureiro
Âmbito Territorial: Oeiras (Estabelecimento Prisional de Caxias)
Duração: 36 meses
ODS: 10. Reduzir as desigualdades

Ismael Cardoso © Miguel Gonçalves
Ismael Cardoso © Miguel Gonçalves
  • Ismael Cardoso © Miguel Gonçalves

O LADO P nasce da vontade de dotar os reclusos e as suas famílias de diferentes instrumentos de expressão artística que os ajude a comunicar entre si e, simultaneamente, com base em práticas artísticas, produzir objetos que sensibilizem a população para esta realidade. A população-alvo é composta por reclusos com penas curtas ou em final de pena no Estabelecimento Prisional de Caxias, e pelas suas famílias.

Registo 1 © Daniela Soares
Registo 1 © Daniela Soares
Registo 2 © Daniela Soares
Registo 2 © Daniela Soares
  • Registo 1 © Daniela Soares
  • Registo 2 © Daniela Soares

Através de oficinas de escrita e de teatro, ao longo de três anos, pretende-se dar ferramentas complementares para a reintegração de dentro para fora e vice-versa, com a criação de objetos artísticos que começam na forma de poemas e cenas teatrais e evolvem para vídeo-cartas entre reclusos e familiares, uma série documental e, por fim, um filme.


Relacionado

 

O lado P do confinamento

Do Estabelecimento Prisional de Caxias, em Lisboa, chegam poemas, desenhos e testemunhos de uma realidade que, embora fechada, também sofreu os efeitos da pandemia. Este é mais um projeto apoiado pela iniciativa PARTIS.

Ler Reportagem

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

 

Este projeto contribui para a seguinte meta

 

Meta 10.2

Empoderar e promover a inclusão social, económica e política de todos, independentemente da idade, género, deficiência, raça, etnia, origem, religião, condição económica ou outra