Corpoemcadeia

A dança aliada aos princípios da terapia Gestalt, para a criação de um espaço de experimentação artística e de desenvolvimento pessoal com jovens reclusos

 

Promotor: Companhia Olga Roriz
Área Artística: Dança
Responsável área artística: Catarina Câmara
Responsável área social: Paula Ravara
Âmbito territorial: Sintra (Estabelecimento Prisional de Linhó)
Duração: 36 meses
ODS: 10. Reduzir as desigualdades

corpoemcadeia © Matilde Real
corpoemcadeia © Matilde Real

Corpoemcadeia é um projeto artístico de inclusão social que pretende levar a experiência da dança e do teatro a um grupo de reclusos, com idades compreendidas entre os 18 e 30 anos, em fase inicial do cumprimento da pena no Estabelecimento Prisional do Linhó. Através da vivência do trabalho de corpo/dança e dos processos criativos e metodologias da Companhia Olga Roriz, orientadas pelos princípios e práticas da Terapia Gestalt, procurar-se-á gerar espaços de experimentação e reflexão sobre a identidade e a experiência humana, e também sensibilizar a sociedade em geral, e em particular artistas e profissionais de saúde, para a mais-valia deste tipo de intervenções.

corpoemcadeia © Matilde Real
corpoemcadeia © Matilde Real
corpoemcadeia © Matilde Real

Para além de um espetáculo final com a direção artística de Olga Roriz, está prevista a edição de um livro onde se apresenta um novo modelo de intervenção artística comunitária baseado nos encontros entre Dança/Gestalt e ainda a produção de um documentário sobre o projeto.

 

Saber mais

Relacionado

 

Dançar dentro de muros

Um conjunto de vídeos desvenda um pouco do trabalho feito por diferentes artistas com um grupo de reclusos do Estabelecimento Prisional do Linhó, ao nível da formação e criação artísticas na área da dança.

Ver vídeos

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

 

Este projeto contribui para a seguinte meta

 

Meta 10.2

Até 2030, empoderar e promover a inclusão social, económica e política de todos, independentemente da idade, género, deficiência, raça, etnia, origem, religião, condição económica ou outra.