Concurso de estágios para profissionais de saúde dos PALOP e Timor-Leste

Atribuição de bolsas para estágios no período máximo de três meses em instituições hospitalares portuguesas.

Trata-se de uma iniciativa da Fundação Calouste Gulbenkian criada em 2011 e que já permitiu a realização de 99 estágios de aperfeiçoamento profissional  (58 médicos, 30 enfermeiros e 11 técnicos de diagnóstico e terapêutica) em seis edições, em instituições hospitalares portuguesas. 

Médicos, enfermeiros e técnicos de diagnóstico e terapêutica oriundos dos PALOP e Timor Leste reforçam competências técnicas e adquirem boas práticas clínicas, no período máximo de três meses, numa iniciativa que permite também o estabelecimento de ligações entre as instituições dos vários países, catalisando projetos já em curso e dando início a novas parcerias.

Este concurso privilegia a iniciativa e o mérito individual de cada candidato na medida em que é o seu curriculum e o seu plano de estágio que são tidos em conta na avaliação da candidatura, por um júri externo. 

Atualização em 16 Outubro 2017