Os Direitos Humanos e os desafios do século XXI

Num mundo marcado ainda por muitos desafios e vulnerabilidades, esta conferência pretende discutir questões relacionadas com os direitos civis e políticos, os direitos económicos e sociais, mas também os direitos individuais e de identidade.

Foto©Associated Press

A marcar a abertura da conferência no final da tarde do dia 9, ao lado do presidente da Fundação Gulbenkian, Artur Santos Silva, estará Kerry Kennedy, escritora e ativista dos direitos humanos, presidente do Centro para os Direitos Humanos com o nome do seu pai, Robert F. Kennedy. Senador e procurador-geral dos EUA, Bob Kennedy foi assassinado cinco anos depois do presidente, e seu irmão, John F. Kennedy. Após a sessão de abertura, a companhia de teatro Bonifrates levará à cena a peça de Ariel Dorfman Speak truth to power, adaptada pela companhia para a língua portuguesa e já representada em inúmeros países.

O segundo dia da conferência contará com a participação de vários oradores nacionais e estrangeiros, divididos por quatro painéis em que serão discutidos os principais temas relacionados com os direitos civis, sociais e individuais, bem como os desafios que o atual século comporta em termos de educação para os direitos humanos. A conferência terminará com as intervenções de Kerry Kennedy e de Viriato Soromenho-Marques.

A conferência decorrerá na Sala Polivalente do CAM e no Auditório 2 da Fundação. A entrada é livre.

Atualização em 20 março 2018

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.