FCG Secção: Música

Concertos Participativos 2018

Quer cantar o Requiem de Mozart com o Coro e a Orquestra Gulbenkian?

Depois do êxito das anteriores edições dos Concertos Participativos, convidamos mais uma vez o público a experimentar a emoção de integrar um coro de amadores que atuará lado a lado com o Coro e Orquestra Gulbenkian. Após um período de preparação, os coralistas selecionados sobem ao palco do Grande Auditório para interpretar o Requiem, de Wolfgang Amadeus Mozart, uma das mais celebradas obras do repertório coral-sinfónico. A iniciativa é aberta a participantes com algum conhecimento musical e gosto pela prática coral, amadores com experiência coral e estudantes de música.

O número de vagas é limitado.

 

Candidaturas

Até 1 de maio de 2018, através de inscrição online, no formulário abaixo

Formulário de candidatura

 

Audições

Datas

Sábado, 12 de maio de 2018
Domingo, 13 de maio de 2018

 

Local

Fundação Calouste Gulbenkian
Avenida de Berna, 45-A
1067-001 Lisboa

 

Repertório a preparar

Os convocados para as audições deverão preparar o seguinte número coral do Requiem:
Hostias [PDF 2MB]

 

Condições de seleção

– Os candidatos poderão ser convocados para audição presencial;

– A inscrição só por si não garante a participação no projeto;

– A participação definitiva neste projeto será comunicada via e-mail a partir do dia 21 de maio de 2018.

 

Condições de partipação

– Trazer a partitura para todos ensaios;

– Respeitar rigorosamente os horários dos ensaios. A pontualidade é uma dos fatores de sucesso e participação no projeto;

– Estar presente em todos os ensaios programados (eventuais dispensas poderão ser consideradas a título excecional).

– Custo de participação: 30€ (esta importância inclui sessões de trabalho com os maestros e aquisição da partitura)

– O pagamento será efetuado na bilheteira da Fundação Calouste Gulbenkian, após a divulgação dos candidatos selecionados e até ao dia do primeiro ensaio.

– O incumprimento destas condições poderá implicar o cancelamento da participação no projeto.

 

Ensaios

– Os ensaios terão lugar na sede da Fundação Calouste Gulbenkian;

Datas

7 de julho, sábado, das 15h00 às 19h00
8 de  julho, domingo, das 10h00 às 14h00

14 de julho, sábado, das 15h00 às 19h00
15 de julho, domingo, das 10h00 às 14h00

21 de julho, sábado, das 15h00 às 19h00
22 de julho, domingo, das 10h00 às 14h00

28 de julho, sábado, das 15h00 às 19h00
29 de julho, domingo, das 10h00 às 14h00

1 de setembro, sábado, das 15h00 às 19h00
2 de setembro, domingo, das 10h00 às 14h00

8 de setembro, sábado, das 15h00 às 19h00
9 de setembro, domingo, das 10h00 às 14h00

14 de setembro, sexta-feira, das 19h00 às 23h00 (Ensaio Geral)

 

Apresentações

15 de setembro, sábado, 20:00 | Grande Auditório
16 de setembro, domingo, 18:00 |  Grande Auditório

Coro Participativo
Coro e Orquestra Gulbenkian
Nuno Coelho Maestro
Bárbara Barradas Soprano
Marco Alves dos Santos Tenor
Carolina Figueiredo Meio-Soprano
Hugo Oliveira Baixo

Wolfgang Amadeus Mozart
Requiem, em Ré menor K. 626

 

Perguntas frequentes

Não. Todas as candidaturas deverão ser feitas online.

Sim. O email será o único meio de comunicação utilizado pelo que deverá fornecer um endereço de email válido e que utilize frequentemente.

Não. Para participar neste projeto não é obrigatório saber ler música.

Não, desde que tenha uma voz já formada e esteja acompanhado por um adulto responsável.

Não há limite máximo de idade para concorrer a este projeto.

Pode. A equipa artística coordenadora do projeto definirá, cada ano, quem de entre os candidatos será chamado a realizar prova de audição presencial, independentemente de já ter participado ou não em edições anteriores.

O pagamento será feito presencialmente na bilheteira da Fundação Calouste Gulbenkian até ao dia do primeiro ensaio. 

Não. Eventuais dispensas poderão ser consideradas a título excecional.

Para além da partitura, deverá trazer lápis e borracha para ir anotando as indicações dos maestros. Convém também trazer uma garrafa de água.

Sim. A partitura ficará para cada um dos coralistas.

Sim. Nos ensaios vai precisar de anotar na sua partitura as indicações dos maestros pelo que a deverá trazer em todos os ensaios.