7 Janeiro 2020

Beethoven 2020

No ano em que se comemora o 250.º aniversário do nascimento de Ludwig van Beethoven, o compositor alemão estará em grande destaque na programação de salas de concerto um pouco por todo o mundo. Na Gulbenkian Música, o seu génio criativo será devidamente evocado já este mês por músicos de excecional talento, num momento único da Temporada.

Ludwig van Beethoven
Ludwig van Beethoven. Pintura de Julius Schmid, c. 1920© DR

Festival dos Quartetos de Cordas

Realizado em colaboração com a Philharmonie de Paris, o Festival dos Quartetos de Cordas está de regresso ao Grande Auditório nos próximos dias 25 e 26 de janeiro. Seis dos melhores agrupamentos de câmara da atualidade apresentam, em dois dias, a integral dos Quartetos para Cordas de Beethoven, conjunto que o compositor disse ter composto para “o tempo que há de vir”, em resposta às críticas recebidas por ocasião da estreia de algumas das peças. Escritos em três períodos distintos da sua vida – entre os 27 e os 30 anos, os 35 e os 40 e finalmente nos seus últimos três anos de vida -, os quartetos de cordas de Beethoven são unanimemente considerados uma das expressões máximas do seu génio criativo. 

Os seis agrupamentos convidados são constituídos por jovens intérpretes de grande talento que já alcançaram o reconhecimento internacional com alguns dos prémios mais importantes de música de câmara e com a presença nas mais prestigiadas salas do mundo.

Um fim-de-semana a não perder na Fundação Gulbenkian, para o qual foi criado um passe especial, que permite ao público assistir aos seis recitais por metade do preço.

Comprar Passe