Samuel Hasselhorn © Nikolaj Lund

Samuel Hasselhorn

Barítono

Em 2018, o barítono alemão Samuel Hasselhorn venceu o concurso Queen Elisabeth, tendo vindo desde então a estabelecer-se como um artista multifacetado de dimensão internacional. Na temporada 2021/22 destacam-se importantes estreias de personagens de ópera, bem como primeiras apresentações em prestigiados palcos, incluindo: Conde Almaviva (A bodas de Figaro), na Ópera de Berlim, sob a direção de Daniel Barenboim; Pelléas (Pelléas et Mélisande), no Staatstheater Nürnberg, com Joana Mallwitz; Harlekin (Ariadne auf Naxos), no Scala de Milão; e Guglielmo (Così fan tutte), com a Orquestra Gulbenkian. No domínio do recital, apresenta-se no Wigmore Hall de Londres, na Boulez Saal de Berlim e em Bayreuth, Pádua e Cambridge. Terá também a sua estreia com a Sinfónica de Viena, no Musikverein, para interpretar o War Requiem de Britten, sob a direção de Ivor Bolton. Destaque ainda para uma digressão da Oratória de Natal de J. S. Bach, com Laurence Equilbey, que inclui Paris, Aix-en-Provence, Budapeste e Antuérpia. O seu segundo CD, intitulado Glaube, Hoffnung, Liebe, (Franz Schubert) será lançado este ano pela Harmonia Mundi.

Em 2020/21, Samuel Hasselhorn interpretou o papel de Wolfram (Tannhäuser), com a Ópera de Rouen, e o papel principal em Der Kaiser von Atlantis, de Viktor Ullmann, com a Orquestra da Rádio Sueca. Participou numa digressão da Paixão segundo São Mateus, de Bach, com a Orchestra of the Age of Enlightenment, e apresentou-se em recitais com os pianistas Helmut Deutsch, Malcolm Martineau e Graham Johnson. O álbum Stille Liebe, com o pianista Joseph Middleton, foi lançado pela Harmonia Mundi em setembro de 2020.

Samuel Hasselhorn foi membro da Ópera de Viena durante duas temporadas, tendo então tido a oportunidade de interpretar vários personagens, incluindo; o papel principal de Don Giovanni, Figaro (O barbeiro de Sevilha), Belcore (L‘elisir d‘amore), Harlekin (Ariadne auf Naxos), Ping (Turandot), Schaunard (La bohème) Ottokar (Der Freischütz) e Don Fernando (Fidelio). Recebeu o Emmerich Smola Prize (2018), primeiros prémios no concurso internacional de canto Das Lied, em Heidelberg (2017), nas Young Concert Artists Auditions, em Nova Iorque (2015), e no Concurso Internacional Schubert, em Dortmund (2013). Foi 2.º classificado no Concurso de Canto do Wigmore Hall (2015), 3.º classificado no Concurso Hugo Wolf, em Estugarda (2016), e recebeu o Prix de Lied no Concurso Nadia e Lili Boulanger, em Paris (2013).

Samuel Hasselhorn diplomou-se em Opera Performance pela Universidade de Música, Drama e Media de Hanôver, com a professora Marina Sandel. Frequentou um semestre no Conservatório de Paris, com Malcolm Walker. Recebeu formação musical adicional nas masterclasses de Kiri Te Kanawa, Kevin Murphy, Thomas Quasthoff, Helen Donath, Annette Dasch, Susan Manoff, Jan-Philip Schulze, Anne Le Bozec e Martin Brauss. Foi bolseiro da Walter and Charlotte Hamel Foundation e do Gundlach Music Award e recebeu o prestigioso Studienstiftung des deutschen Volkes. Ao longo de uma digressão nos E.U.A., em 2017, estreou-se em recital em Washington D.C., Nova Iorque e Boston e com a Buffalo Chamber Music Society.

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.