FCG Secção: Música

Osvaldo Ferreira

Maestro

Na qualidade de diretor convidado, em 2016/2017 Osvaldo Ferreira irá apresentar-se com a Orquestra de São Petersburgo, na Rússia, a Orquestra do Luxemburgo, a Orquestra Gulbenkian, em Lisboa, a Orquestra Sinfónica de Nuremberga e a Bühnen-Halle, na Alemanha e a Orquestra Sinfónica da Venezuela, entre outras. Irá ainda ministrar master-classes de direção de orquestra no Conservatório de São Petersburgo, no Conservatório do Luxemburgo e na Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco.

Osvaldo Ferreira, é o Diretor Artístico da Sociedade de Concertos de Brasília. Foi o diretor musical e maestro titular da Orquestra Sinfónica do Paraná (2011 a 2014) e diretor da Oficina de Música de Curitiba. Em Portugal, foi diretor artístico da Orquestra do Algarve e do Festival Internacional de Música do Algarve e diretor e administrador do Teatro Municipal do Faro. Gravou vários CDs com obras de autores portugueses para a editora Numérica e um CD duplo com sinfonias de Mozart. Com a Orquestra do Algarve, apresentou-se em Viena, Bruxelas, Lisboa, Sevilha, Porto, Curitiba e Londres.
O seu percurso inclui mais de 600 concertos, cerca de 70 apresentações de ópera e bailado e ainda a direção integral das Missas e do Requiem de Mozart. A ligação à música contemporânea é um dos aspetos mais importantes do seu trabalho, destacando-se a apresentação de estreias e primeiras audições de obras de alguns dos mais importantes compositores da atualidade, tais como, K. Penderecki, L. Auerbach, Jean-Luc Ponty, B. Sassetti, H. Rosenschoon, ou G. Ligeti, entre muitos outros.

No seu percurso destaca-se ainda o seu trabalho à frente de importantes orquestras: Filarmónica de São Petersburgo, Sinfónica de Roma, Orquestra Gulbenkian, Sinfónica Brasileira, Orquestra de Praga, Filarmónica de Lodz, Filarmónica da Silésia, Sinfónica de Nuremberga, Filarmónica da Rádio Renana, Orquestra Nacional do Porto, Orquestra do Teatro Nacional de São Carlos, Orquestra do Teatro Olímpico de Vicenza, Orquestra da Catalunha, North Shore Orchestra (Chicago), Orquestra do Festival de Música de Aspen (E.U.A.) e Orquestra Nacional da Venezuela, entre outras.

Realizou um mestrado em direção de orquestra em Chicago e uma pós-graduação no Conservatório de São Petersburgo, na classe de Ilya Mussin. Foi laureado em 1999 no Concurso Sergei Prokofiev, na Rússia. Recebeu o “Fellowship” do Festival de Música de Aspen, onde frequentou a American Conductors Academy. Foi assistente do maestro Claudio Abbado em Salzburgo e Berlin. Estudou ainda com Jorma Panula e David Zinman, foi bolseiro do Ministério da Cultura de Portugal e da Fundação Calouste Gulbenkian.