• 1960
  • Tela
  • Óleo
  • Inv. 83P417
  • Pintura
  • Arte Portuguesa

Paula Rego

Salazar a Vomitar a Pátria

Victor Musgrave, fundador da emblemática Gallery One, em Londres e entusiasta da obra de Paula Rego e do que nela reconhecia de «marginal», recusou-se a expor Salazar a Vomitar a Pátria porque, na sua opinião, tinha «falos a mais». Em Lisboa, a Galeria de S. Mamede incluiu-a no catálogo da exposição 10 Artistas da Galeria S. Mamede, realizada em Maio de 1972, mas omitiu o nome do ditador e substituiu «vomitar» pelo inglês «vomiting».

 

«Será que ousarei, disse a mim mesma, ousarei fazer a pintura de Salazar a vomitar a Pátria? Porque na realidade o que devia ser era a Pátria a vomitar Salazar. Isto até era ligeiramente simpático em relação ao ditador, o que era uma coisa extremamente perversa», recorda Paula Rego em conversa com Marco Livingstone, comissário da exposição retrospetiva realizada no Museo Nacional Reina Sofía, Madrid, 2007.  «Ousarei?», interrogava-se Paula Rego com insistência. E de facto ousou. Com um humor sardónico e uma espécie de expressionismo orgânico fez justiça à educação liberal que o pai lhe transmitira e que soubera aprofundar em Inglaterra. Se a leitura das obras eróticas de Henry Miller tinha sido libertadora, a descoberta da pintura visceral de Jean Dubuffet, nomeadamente na exposição Paintings 1943 – 1957, na Arthur Tooth & Sons Gallery (Londres, 1958), consolida a vontade da artista seguir o seu próprio caminho, mesmo que isso implicasse não fazer a pintura «séria, de adulto», aprendida na Slade School, e incomodar a moral instituída.

 

Ao lado de Salazar está uma mulher de ostensivos pêlos púbicos. Na conversa com Marco Livingstone, citada anteriormente, Paula Rego conclui: «Ainda não sei o que está aquela mulher ali a fazer, mas ela tem um escudo.»

 


 

Susana Neves

Maio 2010

TipoValorUnidadesParte
Altura94cm
Largura120cm
Tipo título
TextoS. Vomiting the Pátria
Posiçãoquadrante superior esquerdo, verso, sobre a tela
TipoAquisição
DataJulho 1983
Arte Portuguesa 1992
Colónia, Alemanhã, Vista Point Verlag, 1992
ISBN:3 88973 602 5
Catálogo de exposição
Arte Contemporáneo Portugués
Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, Centro de Arte Moderna, 1987
Catálogo de exposição
Arte Contemporáneo Portugués
Fundação Calouste Gulbenkian
Curadoria: CAM/FCG
Fevereiro de 1987 a Março de 1987
Madrid, Museo Espanõl de Arte Contemporáneo
Exposição organizada pelo CAM e pelos ministérios dos "Asuntos Exteriores" e da Cultura de Espanha. A exposição apresentou obras da Colecção do Centro de Arte Moderna e de colecções particulares.
"Paula Rego"
National Museum of Women in the Arts
Curadoria: National Museum of Women in the Arts
1 de Fevereiro de 2008 a 25 de Março de 2008
Washington
O National Museum of Woman in the Arts - Washington, está a organizar em colaboração com o Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, uma exposição de Paula Rego, de 1 de Fevereiro a 25 de Março de 2008 a fim de dar a conhecer ao público americano o trabalho da artista.
Paula Rego
Museo Nacional Centro de Arte Rainha Sofia
Curadoria: Museo Nacional Centro de Arte Rainha Sofia
25 de Setembro de 2007 a 30 de Dezembro de 2007
Madrid
O Museo Nacional Centro de Arte Rainha Sofia, organizou uma exposição retrospectiva da artista Paula Rego, apresentada entre 25 de Setembro e 30 de Dezembro de 2007. Trata-se de uma das mais importantes e significativas exposições da artista.