FCG Secção: Museu
  • Papel
  • Litografia
  • Inv. GP181
  • Gravura
  • Arte Portuguesa

Mily Possoz

“Porta do Mar”

Integrando-se no habitual exercício de reinvenção da paisagem, característico da imagética de Mily Possoz, esta litografia apresenta uma vista «melhorada» de Lisboa, reconhecível pela introdução de dois elementos iconográficos históricos: a Sé e a Casa dos Bicos. Salientados no adensamento das linhas e na pormenorização do traço, contrastam vivamente com os demais motivos de um casario apenas insinuado, reduzido a linhas essenciais.

 

O espaço, trabalhado de modo a resultar «aplanado», perverte o uso tradicional da perspetiva, aspeto coadjuvado pela escala voluntariamente não rigorosa. A assumida bidimensionalidade da composição, na qual dois motivos turísticos ou pitorescos são elementos centrais, organiza-se assim de modo a mostrar uma imagem reconhecível da cidade, identificada pelos monumentos, as varinas e o Tejo, e a que não falta a falua, estrategicamente colocada na esteira do poente.

 

 

EF

 

Maio de 2010

 

 

TipoValorUnidadesParte
Altura40,5cmpapel
Largura52,3cmpapel
TipoA definir
DataA definir