• 1966
  • Tela, óleo
  • Inv. PE306
  • Pintura
  • Arte Iraquiana

Hafidh Al-Droubi

Harmony in Blue

A pintura Harmony in Blue (1966) é representativa de um breve mas prolífico período de abstracionismo no percurso artístico de Droubi, que se verificou durante a segunda metade da década de 1960. A sobreposição de campos cromáticos geométricos remete estilisticamente para as suas mais características obras «cubistas», tais como Family 2(1962), que também integra a Coleção Moderna. Nesta pintura monocromática, contudo, a criação de volume através da tonalidade e da forma constitui um elemento mais importante do que a relação entre as cores. Estas experiências em torno do volume culminaram em diversas pinturas abstratas, igualmente realizadas em 1966, nas quais Droubi utilizou papier-mâchépara criar efeitos de tridimensionalidade nas telas. Tais pinturas integravam uma tendência abstracionista que se desenvolveu em Bagdade em finais da década de 1960 e inícios da década seguinte. Artistas como Faik Hassan (1914-1992), cujo trabalho está igualmente representado na Coleção Moderna, realizaram experiências abstracionistas durante esse período. Harmony in Blue foi exposta em 1966, aquando da inauguração da sede da Sociedade dos Artistas Iraquianos, construída com o apoio financeiro da Fundação Calouste Gulbenkian. A pintura integraria a coleção da Fundação Calouste Gulbenkian pouco depois da referida exposição.

 

Sarah Johnson

Tipo Valor Unidades Parte
Largura 106,5 cm papel
Altura 66,5 cm papel
Largura 108 cm mancha
Altura 68 cm mancha

Assinatura: inscrição em árabe, frente canto inferior direito
Data: inscrição em árabe, frente canto inferior direito 

Atualização em 04 Junho 2019