• 1962
  • Tela
  • Óleo
  • Inv. 16PE331
  • Pintura
  • Arte Iraquiana

Hafidh Al-Droubi

Family 2

Family 2 (1962) faz parte de uma série de autorretratos do artista e da sua família, executada no seu característico estilo «cubista». Ainda que o próprio artista e outros historiadores de arte iraquianos denominassem este estilo como «cubista», os campos cromáticos geométricos de Droubi têm menos relações estilísticas com o Cubismo de Picasso do que com o Futurismo italiano, com o qual Droubi se familiarizou durante os seus anos de formação em Roma, bem como com alguns movimentos artísticos contemporâneos do Médio Oriente. O quadro Family 1 (1962), entretanto desaparecido, mostrava uma cena doméstica similar, retratando Droubi, Suhalia, sua mulher, e os dois filhos do casal, mas neste caso a família surgia reunida em torno de um dos jogos das crianças. A vida doméstica e familiar é um tema habitual na obra de Droubi, que com frequência explorava as convenções do espaço doméstico através de uma desconstrução do plano pictórico, ou integrando nesse espaço elementos pouco comuns. A pintura Family 2 foi mostrada ao público em 1962, durante o Celebração do Milénio de Bagdade, ocasião em que Robert Gulbenkian pôde apreciá-la e adquiri-la, juntamente com onze outras pinturas, para o património da Fundação Calouste Gulbenkian. Robert foi aconselhado nestas aquisições pelo arquiteto Rifaat Chadirji. Estas foram as primeiras obras de arte moderna iraquiana a integrarem a coleção de um museu europeu.

Sarah Johnson

 

Tipo Valor Unidades Parte
Altura 96 cm
Largura 72,9 cm