• 2010
  • Mini-DV transferido para DVD Som, estéreo, cor, duração variável Edição 1/3
  • Inv. IM37
  • Vídeo
  • Arte Portuguesa

Cristina Mateus

À espera (versões 2, 3, 4)

DEPOIMENTO DA ARTISTA

 

Nas três versões que constituem o vídeo, vemos sempre o exterior de um prédio, uma porta a bater, um ateliê de estirador vazio, um carro numa rotunda, em várias sequências, com repetições em tempos diferentes, que nos confundem e que dificultam a sua diferenciação. As alterações dão-se em pequenos pormenores – de repente, muda o prédio, ou o interior da casa, ou o carro…

 

Submetido a uma espécie de «metamorfose», como diz Maria Mire («Resistência à espera», texto para a exposição Téléthèque, 2010 – http://teletheque.blogspot.com), a identificação espaciotemporal é nele intencionalmente indefinida.

 

Não vemos pessoas, só os rastos da sua existência – a casa, os objectos do ateliê, as ruas e rotundas – a organização citadina instituída pelo Homem. Assim, a presença humana afirma-se pela sua ausência… E também pelo movimento: o bater da porta com que somos confrontados em todas as versões do filme; um movimento da cortina por trás da janela, quando vemos o prédio por fora pela primeira vez; etc. A ocultação é também assunto destas imagens. À espera de quê? De quem? Do protagonista do vídeo, que nunca aparece (numa possível evocação de Beckett), ou da inspiração que tarda?

 

AG

Novembro de 2011

 

 

TipoAquisição
DataDezembro de 2010