• 1963
  • Tela
  • Óleo
  • Inv. PE210
  • Pintura
  • Arte Internacional Britânica

John Hoyland

8.8.63

Depoimento do artista:

Durante os anos 50 e 60 decidi seguir o Movimento Moderno, que parecia ser a opção mais séria e profunda. Desde então, a minha obra tem seguido muitas outras direções e culturas. Tenho viajado bastante em busca de experiências e outros modos de olhar o nosso mundo maravilhoso. Tenho procurado novos híbridos através da música, da escultura e da pintura, de maneira a tentar compreender a natureza. A natureza é tudo, o seu poder e a sua beleza criativa deixam-me sem palavras. A força e a grandiosidade da natureza parecem ser mais intensas nos trópicos e é por isso que lá regresso continuamente. Espero que, de alguma maneira, o meu trabalho consiga refletir estas minhas paixões.
John Hoyland
Londres, 27 de Abril de 2010
TipoValorUnidadesParte
Largura175cmcom moldura
Largura173cmtela
Altura173cmtela
Altura175cmcom moldura
Profundidade3,3cmcom moldura
TipoAquisição
DataOutubro de 1963
Metamorphosis - British Art of the Sixties: works from the collections of the British Council and the Calouste Gulbenkian Foundation
Basil & Elise Goulandris Foundation - Museum of Contemporary Art
Curadoria: Fleurette P. Karadontis
26 de Junho de 2005 a 25 de Setembro de 2005
Basil & Elise Goulandris Foundation - Museum of Contemporary Art
Comissários da exposição: Richard Riley, British Council, London, e Ana Vasconcelos e Melo, CAMJAP-FCG, Lisboa.
Atualização em 23 Janeiro 2015