Meeting Point 2 — Fantin-Latour | Manuel Botelho

Meeting Point é o título de uma iniciativa do Museu Calouste Gulbenkian que coloca em diálogo, ou em confronto, a sua coleção com a do Centro de Arte Moderna. Neste segundo encontro, a natureza-morta surge como temática central, através da pintura Natureza-Morta ou La Table Garnie de Henri Fantin-Latour (1836-1904) e de duas fotografias, 100.rç-cmb e 101.rç-cmb, da série Ração de Combate de Manuel Botelho (1950- ). Na publicação que acompanha o segundo momento desta iniciativa, Raquel Henriques da Silva, curadora convidada, desenvolve este encontro inesperado que se completa com outra obra de Manuel Botelho: 211.parad da série Parada. Esta publicação conta ainda com uma apresentação de Helena de Freitas, curadora desta iniciativa, e com um texto da conservadora Luísa Sampaio, que se revela um importante contributo para o estudo e conhecimento da obra pictórica de Henri Fantin-Latour, pintor do século XIX, com presença significativa na Coleção Calouste Gulbenkian. Tal como aconteceu no primeiro Meeting Point, também nesta edição se disponibilizam as biografias dos artistas representados.

  • Textos: Raquel Henriques da Silva, Luísa Sampaio
  • Coordenação editorial: Carla Paulino com a colaboração de Inês Antunes e Ana Teresa Santos
  • Editado: 2015
  • Páginas: 95
  • ISBN: 978-989-8758-12-5
  • Preço: €15
  • Stock: available
Atualização em 15 Fevereiro 2017