Manuela Marques e Versailles

As «conversas», que agora se iniciam, partem do trabalho da artista Manuela Marques, apresentado pela primeira vez ao público e que resulta de vários meses de pesquisa e deambulação pelo Palácio de Versalhes, registando espaços, atmosferas, pormenores de objetos ou inesperados grafitis, que se transformaram num laborioso labirinto visual, que evita qualquer narrativa. São essas sequências de imagens, a que se acrescentam sons e um vídeo, que possibilitam o diálogo com os objetos da Coleção do Fundador, alguns deles provenientes de Versalhes e agora ausentes do espaço primordial para onde foram criados, mas encontrando renovadas possibilidades de leitura.

A publicação que acompanha esta exposição é um prolongamento desta primeira «conversa», reproduzindo algumas das obras da artista Manuela Marques que integram a mostra, quer em diálogo entre si quer em diálogo com as peças do século XVIII da Coleção Gulbenkian, sem estabelecer paralelismos mas livres interpretações. Com textos dos comissários João Carvalho Dias e Nuno Vassallo e Silva, a publicação oferece ainda um encarte com a reprodução da obra verre 7, da série verre, de Manuela Marques.

  • Textos: João Carvalho Dias, Nuno Vassallo e Silva
  • Editor: Museu Calouste Gulbenkian
  • Editado: 2017
  • Capa: Brochado
  • Páginas: 21
  • Língua: Portugues/Inglês
  • ISBN: 978-989-8758-34-7
  • Preço: €10
  • Stock: Disponível
  • Comprar