Visível e Invisível na Obra de Edgar Degas