Em Exposição

Pós-Pop. Fora do lugar-comum Pós-Pop. Fora do lugar-comum

Pós-Pop. Fora do lugar-comum Pós-Pop. Fora do lugar-comum

Esta exposição apresenta, na sua quase totalidade, obras produzidas entre 1965 e 1975, em Portugal e Inglaterra. Em algumas delas, nota-se uma unidade que tem a ver com a divergência bem-humorada em relação ao lugar-comum proposto pela Pop Art.

As Flores do Imperador. Do Bolbo ao Tapete

As Flores do Imperador. Do Bolbo ao Tapete

Ao longo do século XVI, as amplas relações que os europeus estabeleceram com o mundo redimensionaram o seu conhecimento acerca da natureza. Das Índias Orientais e Ocidentais aportaram na Europa novos produtos e novas espécies de plantas e de animais. Do Levante chegaram sementes e bolbos de flores exóticas.

Sara Bichão. Encontra-me, mato-te

Sara Bichão. Encontra-me, mato-te

A exposição nasce de uma experiência pessoal forte que levou a artista a questionar-se sobre si mesma: como identidade singular, com um corpo próprio, e como parte de um todo. Sara Bichão relata a experiência de pânico que viveu num lago vulcânico, a meio da travessia da cratera, a nado e sozinha, quando se apercebeu estar no centro da mesma.