Aquisições

Seleção de aquisições e doações desde 2017.

Integrada no Museu Calouste Gulbenkian desde 2016, a Coleção Moderna mantém a sua política de aquisições e doações e todos os anos vê crescer o seu acervo através de um conjunto diversificado de obras de arte. Em traços gerais, esta política é caracterizada pela sua grande diversidade, abrangendo trabalhos de artistas contemporâneos ou modernos, nacionais ou internacionais, representados ou não na Coleção Moderna, mas que de alguma forma estabelecem diálogos com o espólio que esta integra. São também adquiridas obras de artistas que estiveram representados em exposições temporárias na Fundação Calouste Gulbenkian.

Apesar de ter como limite temporal das aquisições o ano da morte de Calouste Gulbenkian (1955), a Coleção do Fundador incorpora pontualmente peças que mantêm uma relação direta com obras do seu acervo.