26 Junho 2020

Léon Édouard Koëlla

Partilhamos semanalmente uma história sobre a Coleção do Fundador. O mês de junho é dedicado às histórias de crianças.

Édouard Manet, «As bolas de sabão» (pormenor), França, 1867. Óleo sobre tela. Coleção do Fundador

Léon Leenhoff (1852-1927), também conhecido como Léon Édouard Koëlla, foi um músico francês, enteado de Édouard Manet. Em 1849, a sua mãe, Suzanne, foi contratada pelo pai do pintor para ensinar os filhos a tocar piano, iniciando pouco depois uma relação com Édouard.

Existem muitas conjeturas em torno do nascimento de Léon, que aconteceu antes do casamento de Suzanne e Manet. Uma das teorias mais comuns afirma que Koëlla era um nome inventado e que o artista seria o seu pai biológico; contudo, a vergonha de um descendente ilegítimo teria levado à decisão de esconder a paternidade e de o criar como irmão de Suzanne, só se confirmando a maternidade pouco antes da morte da mulher do pintor. Outra hipótese sugere que Suzanne fosse amante do pai de Édouard Manet e que Léon fosse, na verdade, meio-irmão do pintor.

Embora Suzanne tenha posado várias vezes para Manet, Léon foi um dos seus modelos preferidos, tendo sido retratado 17 vezes pelo pintor, não só como protagonista, mas também em pano de fundo. Estas pinturas apresentam o enteado de Manet em diferentes idades, desde muito novo, e encontram-se atualmente dispersas por vários museus internacionais, como o Metropolitan Museum of Art de Nova Iorque, o Nationalmuseum de Estocolmo ou a Neue Pinakothek de Munique.

Léon terá procurado manter vivo o legado de Manet após a sua morte, inventariando e mandando fotografar as obras, além de organizar os documentos e a correspondência do pintor. Este registo encontra-se atualmente na Bibliothèque nationale de France. Léon morreu em 1927 sem deixar descendentes.

Em 1943, Calouste Gulbenkian comprou a tela As Bolas de Sabão, na qual Léon surge em plena adolescência. Acredita-se que Manet se terá inspirado numa pintura com o mesmo nome, da autoria do pintor setecentista Jean-Baptiste-Siméon Chardin.


Uma Coleção com Histórias

Partilhamos semanalmente uma história sobre a Coleção do Fundador. O mês de junho é dedicado às histórias de crianças.

Conhecer outras histórias