Pombo-torcaz © Diogo Oliveira

Pombo-torcaz

Columba palumbus

O pombo-torcaz é o maior dos pombos europeus e distingue-se facilmente do pombo-doméstico pelas manchas brancas no pescoço e nas asas. Em Portugal ocorrem populações residentes em todo o território, mas é sobretudo durante a estação fria que os pombos-torcazes são localmente numerosos, ocorrendo por vezes em grupos de milhares de aves como sucede no estuário do Sado.

O nome científico do pombo-torcaz – Columba palumbus – foi atribuído por Linnaeus em 1758, designação que ainda hoje se mantém. Columba é o termo latino para pombo e palumbus é um seu sinónimo e o restritivo específico da espécie.

Texto: João E. Rabaça