O Gosto «à Grega». Nascimento do Neoclassicismo em França, 1750 – 1775

Coordenação editorial
Carla Paulino, João Carvalho Dias, Madalena Martins
Design gráfico
Subiela
Edição
Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian. Serviço do Museu, 2008
ISBN
978-972-8848-46-0
Proveniência
Biblioteca de Arte Gulbenkian, Lisboa / AHP 6260
Direitos
A utilização deste documento, de acordo com os Termos de Utilização, exige a prévia autorização da respetiva entidade detentora (Proveniência). No caso de o documento pertencer ao acervo da Fundação Calouste Gulbenkian essa autorização poderá ser solicitada através do formulário Autorização para a Utilização.
Texto(s)
Henri Loyrette, «[Apresentação]», s.p.
Emílio Rui Vilar, «[Apresentação]», s.p.
João Castel-Branco Pereira, «[Apresentação]», s.p.
Marie-Laure de Rochebrune, «O gosto «à grega» ou a primeira fase do Neoclassicismo francês», pp. 13-24
Marc Bascou, «A herança dos grandes amadores de arte do século XVIII: obras-primas de mobiliário do Museu do Louvre», pp. 25-30
Nuno Gonçalo Monteiro, «Guerra, diplomacia e cultura: as relações entre a França e Portugal (1750-1777)», pp. 31-38
Jean-Marie Pérouse de Montclos, «A arquitectura francesa e o modelo grego», pp. 39-52
Vincent Droguet, «Existe um gosto «à grega» na pintura?», pp. 53-64
Guilhem Scherf, ««Estudar o antigo para aprender a ver a natureza»: a escultura em meados do século XVIII», pp. 65-76
Marie-Laure de Rochebrune, «O triunfo do gosto «à grega» nas artes decorativas francesas», pp. 77-92
Marie-Laure de Rochebrune, Catherine Gougeon, «Os precursores», pp. 93-124
Marie-Laure de Rochebrune, «Madame Du Barry e o apogeu do gosto «à grega»», pp. 125-133

Exposições

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.