Apoio à mobilidade de artistas dos PALOP

Atribuição de subsídios de viagem para participação em residências artísticas

É apoiada a mobilidade internacional de artistas naturais e residentes nos PALOP, nas áreas das artes visuais (incluindo imagem e artes plásticas), curadoria e dança.

O objetivo é apoiar a participação de artistas dos PALOP em programas de residências artísticas, em África ou em Portugal, através da atribuição de subsídios de viagem, incentivando a sua circulação internacional.

Financiamento

O montante máximo de subsídio de viagem a atribuir será de 1.500€, por artista.

Elegibilidade

• São elegíveis candidaturas de artistas residentes e naturais de um país dos PALOP (Angola, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe)
• Os candidatos devem ter sido previamente selecionados, ou estar em fase de seleção, para as residências artísticas nas áreas elegíveis no regulamento, em África ou em Portugal
• As residências artísticas que os artistas pretendem frequentar devem realizar-se no período máximo de seis meses.
• Só será atribuído um subsídio, por ano, por artista.

Candidaturas

1. As candidaturas só podem ser apresentadas em formulário próprio, disponível nesta página (área: Candidatar), bem como o envio de documentação suplementar (currículo do artista, carta de motivação, carta de recomendação e proposta de orçamento da agência de viagens);
2. Faça login para criar uma conta
3.Clique no formulário próprio. Será criado o seu processo.

Leia atentamente o regulamento antes de submeter a candidatura.

Informações através do e-mail pgpd@gulbenkian.pt.

As candidaturas só são aceites até às 15:00 (hora de Portugal) do dia 18 de dezembro de 2018.

Aconselhamos a que não deixe a sua candidatura para os últimos dias do prazo.

Os resultados são conhecidos até finais de janeiro de 2019.

Contactos:
pgpd@gulbenkian.pt