Necessidades educativas especiais

Partindo dos diversos acervos da Fundação Calouste Gulbenkian, as nossas propostas pedagógicas procuram, de forma transversal, cruzamentos que vão ao encontro do público com necessidades educativas especiais. Realizamos atividades com cidadãos portadores de deficiência e/ou doença mental, assentes numa lógica de trabalho que visa alargar a acessibilidade, promover os museus, a música e o jardim enquanto espaços para todos, reforçando a ideia de uma educação artística como parte integrante da formação completa de qualquer indivíduo. Existem propostas artísticas para serem tocadas, dançadas, desenhadas, ouvidas, ou somente observadas. Todas as atividades são adaptadas e adaptáveis às características específicas do público visitante, e adequadas tanto a grupos de ensino especial como a turmas inclusivas, no âmbito do ensino integrado.