O Jardim de Babaï (Cancelado)

História de musear para famílias

A partir do núcleo de Arte Islâmica da Coleção do Fundador e do livro Jardim de Babaï, de Mandana Sadat, esta estória musical começa com uma montanha deserta e um Babaï solitário. Mas quem é Babaï, que ao Museu acaba de chegar? É um pequeno cordeiro que, entre os fios da sua lã, guarda estórias persas, melodias e o desejo de plantar um frondoso jardim… E do que precisa Babaï para o seu jardim semear? Será que as obras de arte do Museu o conseguem ajudar?
Juntos, iremos desenrolar os novelos desta estória, viajando entre os vários tapetes e cerâmicas da Coleção, com os sentidos despertos para tudo o que acaba de chegar…
Três intérpretes irão guiar o público nos caminhos desta estória escrita em duas línguas (português e persa), enchendo o espaço do Museu de cheiros, ações, melodias e canções que tecem o frondoso Jardim de Babaï… Preparados para viajar?! Babaï (pronuncia-se Baba-i) é, em iraniano, uma palavra infantil que significa «cordeirinho», equivalente a «memé» em português.

Conceção e orientação
Sofia Portugal, Susana Quaresma, Tânia Cardoso

Esta atividade foi cancelada.
Saiba como pedir a devolução dos bilhetes.

 

Língua gestual portuguesa

 

Sessões acessíveis

As sessões acessíveis são sessões que decorrem numa atmosfera mais descontraída e acolhedora, havendo maior tolerância no que diz respeito ao movimento e ao barulho durante a atividade em causa. Destinam-se a todos os indivíduos e famílias que prefiram ou beneficiem de um ambiente mais descontraído num espaço cultural (por exemplo, pessoas com défice de atenção, pessoas com deficiência intelectual, pessoas com condições do espectro autista, pessoas com deficiências sensoriais, de comunicação, ou outras). As sessões acessíveis procuram tornar a experiência mais agradável, havendo sempre alguém da equipa para fazer a receção e acompanhamento das pessoas.

 

Nota: A sessão das 11:40, do dia 15 de março será uma sessão em língua gestual portuguesa para público surdo. A sessão das 11:40, do dia 22 de março será acessível e inclusiva, estando aberta a todos os participantes.

 

A Fundação Calouste Gulbenkian reserva-se no direito de recolher e conservar registos de imagens, sons e voz durante o Jardim de Babaï (sessão das 11:40), para a difusão e preservação coletiva da memória da sua atividade cultural e artística. Caso pretenda obter algum esclarecimento, poderá contactar-nos através de privacidade@gulbenkian.pt.

Próximas sessões

Sobre a atividade:

Duração: 50 minutos

Mínimo de participantes: 8

Máximo de participantes: 15

Língua: Português

Preço: 7,50 €

Onde:

Ponto de encontro: Museu Calouste Gulbenkian - Coleção do Fundador

Abrir Google Maps

Detalhes da atividade:

Época:

Ciclo:

Tipo:

Equipa educacional: