O Edifício Gulbenkian e a arquitetura moderna em Portugal

Visita orientada presencial

A convicção de que a arquitetura tem uma missão social e pode gerar felicidade é uma característica comum aos arquitetos do movimento moderno. «Uma arquitetura com uma certa vida» foi, segundo as palavras de Ruy d’Athouguia, a ideia que inspirou a equipa de arquitetos que concebeu este edifício.
Datado de 1969, o conjunto Sede, Museu e Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian é um dos mais importantes marcos da arquitetura moderna em Portugal. Patenteando uma invulgar qualidade construtiva e utilizando técnicas construtivas vanguardistas, esta obra é paradigmática também de uma perfeita colaboração profissional entre a arquitetura e a arquitetura paisagista. Esta visita, percorrendo zonas do edifício que ilustram a inovação das soluções construtivas e espaciais, revela os segredos de um edifício único e inspirador, símbolo de uma ideia de utopia possível.

Palavras-chave
Arquitetura, movimento moderno, projeto

Conceção e orientação
Equipa educativa do Jardim

Sobre a atividade :

Duração: 90 min

Mínimo de participantes: 10

Máximo de participantes: 25

Idioma: Português

Gratuito

Onde :

Ponto de encontro: Edifício Sede — Entrada principal

Abrir Google Maps

Detalhes da atividade :

Época:

Ciclo:

Tipo:

Equipa educacional:

Definição de Cookies

Definição de Cookies

A Fundação Calouste Gulbenkian usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação, a segurança e o desempenho do website. A Fundação pode também utilizar cookies para partilha de informação em redes sociais e para apresentar mensagens e anúncios publicitários, à medida dos seus interesses, tanto na nossa página como noutras.