Foto-Livros Portugueses de Propaganda Política

Ciclo de conversas na Biblioteca

Por que razão o foto-livro passou a ser tão valorizado? Só recentemente se percebeu o real significado desse tipo de livro, que veio ocupar uma posição central na fotografia contemporânea, apesar de inventado logo após o nascimento da fotografia em 1839. Esquecidos ou ignorados, esses livros são hoje considerados importantes narrativas visuais e gráficas, símbolos da sua época. Se Lisboa, Cidade Triste e Alegre (1959) de Victor Palla e Costa Martins, ignorado durante muitos anos, é hoje visto como um dos melhores foto-livros do pós-guerra sobre cidades, Portugal 1934 e Portugal 1940, igualmente olvidados, são projetos coletivos da melhor propaganda visual e política produzida pelo Secretariado da Propaganda Nacional, sobre as suas atividades e as do Estado Novo.

Moderação: Filomena Serra e Eduardo Cintra Torres

Filomena Serra é doutorada em História da Arte Contemporânea pela FCSH/NOVA, Lisboa, tem formação em artes plásticas na SNBA e no AR.CO e é membro integrado do Instituto de História da Arte da FCSH/NOVA (Núcleo de Estudos de Arte Contemporânea). Das suas publicações contam-se estudos que cruzam a História da Arte contemporânea e a História da Fotografia. Foi co curadora em 2016 da exposição de arte contemporânea - (Co)Habitar (Lisboa, Casa da América Latina/UCCLA). É Investigadora responsável do Projeto FCT PTDC/CPC-HAT/4533/2014 - “Fotografia Impressa. Imagem e Propaganda em Portugal (1934-1974) ”.

 

Eduardo Cintra Torres é doutorado em Ciências Sociais pelo ICS-UL e professor na UCP e no ISCTE-IUL. Autor de 19 livros, sendo os mais recentes Televisão do Século XXI  UCE, 2018) e A Greve Geral de 1903 no Porto. Um Estudo de História, Comunicação e Sociologia  (Afrontamento, 2018), e de dezenas de capítulos de livros e artigos em revistas académicas. Jornalista desde 1983 é crítico de media, publicidade e cultura, no Correio da Manhã desde 2011. Áreas de investigação atuais: movimentos sociais, história do jornalismo, representações literárias da multidão e imagem impressa. Consultor do Projeto FCT PTDC/CPC-HAT/4533/2014 - “Fotografia Impressa. Imagem e Propaganda em Portugal (1934-1974) ”.

 

A Biblioteca de Arte associa-se ao Projeto FCT PTDC/CPC-HAT/4533/2014 “Fotografia Impressa. Imagem e Propaganda em Portugal (1934-1974) “, integrado no Instituto de História da Arte da FCSH/NOVA e no DINÂMIA-IUL-ISCTE, acolhendo o ciclo de 3 conversas sob o tema Quando a fotografia impressa faz a História.

Próximas sessões

Sobre a atividade:

Duração: 45 minutos

Mínimo de participantes: 10

Máximo de participantes: 40

Língua: Português

Onde:

Ponto de encontro: Átrio da Biblioteca de Arte

Abrir Google Maps

Detalhes da atividade:

Época:

Ciclo:

Tipo:

Equipa educacional: