Descobrir a matemática na arte

Visita orientada

Será que a matemática e a arte estão assim tão afastadas? Ao longo da História sempre houve cruzamentos entre ciência e arte, como podemos constatar na obra de alguns artistas que aplicaram a matemática no seu trabalho plástico. Reforçando alguns dos conteúdos abordados nos currículos escolares de cada nível de ensino, e introduzindo conceitos que habitualmente se encontram mais ausentes da esfera curricular, esta é uma visita excecional para o cruzamento interdisciplinar.

Palavras-chave
Geometria, escala, simetria, números racionais e irracionais, área, volume, dimensão, plano, espaço

Conceção e orientação
Cecília Costa, Margarida Carmona, Patrícia Tiago, Raquel Feliciano, Simão Palmeirim

Out-jun / Dias úteis, exceto terças-feiras / 10:10-17:30

Os percursos e recursos utilizados variam em função das exposições temporárias em cartaz e do nível de ensino dos alunos, uma vez que para cada ano letivo há uma cuidadosa adaptação das estratégias aos conteúdos. Na altura da marcação, o professor deverá indicar se pretende visitar a Coleção do Fundador ou a Coleção Moderna.

Instituição

Data de Marcação

Local

Dados do grupo

Requer marcação

Entre em contacto connosco para que possamos organizar uma sessão que se adapte às suas necessidades.

Sobre a atividade:

Duração: 90 minutos

Mínimo de participantes: 10

Máximo de participantes: 25

Língua: Português

Preço: 1,50 € (Preço por pessoa)

Onde:

Ponto de encontro: Museu Calouste Gulbenkian - Coleção do Fundador / Coleção Moderna

Abrir Google Maps