Conversas na Biblioteca de Arte

Este é o segundo ciclo de Conversas na Biblioteca de Arte. Tal como no ciclo anterior, cada conversa é orientada por um convidado, a quem cabe apresentar o tema escolhido e lançar questões. Abre-se depois espaço para o debate e para a conversa, que se deseja participativa e onde o sentido especulativo possa ter lugar. Pretende-se entender melhor a arte dos séculos XX e XXI, e o ponto de partida é sempre o mesmo: um texto do catálogo da Biblioteca de Arte e Arquivos da Fundação e um leitor para o comentar. Acontece sempre à terça-feira, até julho.

Curadoria: Sofia Nunes

4 junho / Ter / 17:30 – 18:30
Hal Foster, «The artist as ethnographer»
Este importante ensaio de Hal Foster publicado no seu igualmente incontornável The Return of the Real: The Avant Garde at the End of the Century (1996), constitui um dos textos fundamentais do chamado “ethnographic turn” na arte contemporânea. Para além das habituais referências teóricas pós-estruturalistas e psicanalíticas de Foster, este ensaio é exemplar do forte impacto dos debates oriundos dos estudos pós-coloniais e dos estudos culturais de tradição anglófona dos anos 1970 e 80 na história da arte ocidental dos anos 90, nomeadamente no que à crítica da etnografia colonial e do primitivismo diz respeito. Apesar dos limites da análise de Foster, ela foi relevante na medida em que não só detetou, como também contribuiu para a visibilidade crescente de reflexões críticas em torno do passado colonial do ocidente e das noções de identidade e diferença na arte contemporânea.
Convidada: Ana Balona de Oliveira

Ana Balona de Oliveira, doutorada pelo Courtauld Institute of Art (2012), é investigadora no Instituto de História de Arte da FCSH/NOVA, onde co coordena a linha de investigação ‘Transnational Perspectives on Contemporary Art: Identities and Representation’. A sua investigação incide sobre narrativas coloniais, anti e pós-coloniais, migração e globalização na arte contemporânea de países ‘lusófonos’ e outros, numa perspetiva feminista interseccional e descolonial. Tem artigos em revistas nacionais e estrangeiras e colaborações em catálogos; é curadora e atualmente organiza o ciclo Thinking from the South: Comparing Post-Colonial Histories and Diasporic Identities through Artistic Practices and Spaces no Hangar (Lisboa); coedita Circulations: The (Un)making of Southern Africa Across and Beyond Borders, e é cocoordenadora científica de Diálogos com Ruy Duarte de Carvalho, Buala & CEC (2019).

 

Próxima conversa…
9 julho / Ter / 17:30 – 18:30
Claire Bishop, «The social turn: collaboration and its contents»
Com a convidada Liliana Coutinho

Entrada livre, sujeita à lotação da sala.

 

 

 

 

Próximas sessões

  • Ter, 9 julho 2019
    17:30

    Entrada gratuita

Sobre a atividade:

Duração: 60 minutos

Mínimo de participantes: 10

Máximo de participantes: 30

Língua: Português

Onde:

Ponto de encontro: Biblioteca de Arte - Átrio

Abrir Google Maps

Detalhes da atividade:

Época:

Ciclo:

Tipo:

Equipa educacional: